Por Paola Carvalho
Em 03/12/2019

CINEMA

Robert Pattinson volta a dizer que Batman não é um herói

Robert Pattinson falou sobre sua participação em The Batman, novo filme da franquia da DC em entrevista ao programa Today, da NBC, no último domingo, 1º.

O ator, que dará vida ao protagonista, afirmou que quer honrar o legado dos outros artistas que fizeram o papel.

"Gosto de todas as versões e como foram interpretadas. Sinto que todos realmente cuidaram do personagem e que há muita reverência ao seu redor", afirmou.

No entanto, ele voltou a dizer que Batman não é um herói. "Você precisa ter superpoderes para ser um super-herói", disse. O entrevistador, então, rebateu a afirmação em tom descontraído: "Ele usa capa."

"É, tem capa. Você tem um ponto", reconheceu Pattinson. O ator, que deu vida ao vampiro Edward Cullen em Crepúsculo, havia dado uma declaração parecida em outubro deste ano, em entrevista ao The New York Times.

"Não acho que eu poderia interpretar um herói real. Sempre tem que ter algo um pouco errado. Acho que é porque um dos meus olhos é menor que o outro", afirmou.

"A moral do Batman é um pouco fora do esperado. Ele não é o menino de ouro, diferente de quase qualquer outro personagem dos quadrinhos. Existe uma simplicidade em sua visão de mundo", completou.

The Batman tem estreia prevista para os cinemas em 25 de junho de 2021. Além de Pattinson, estão confirmados para o filme os atores Jeffrey Wright como Comissário Gordon, Zoë Kravitz como Mulher-Gato e Paul Dano como Charada.

Millie Bobby Brown receberá cachê milionário para atuar no filme Enola Holmes

São Paulo, 29 (AE) - Após ganhar destaque como Eleven, personagem principal da série Stranger Things, Millie Bobby Brown foi escalada como protagonista do filme Enola Holmes, sobre a irmã mais nova do detetive Sherlock Holmes.

Com 15 anos de idade, a atriz mirim receberá um cachê de US$ 6,1 milhões (R$ 25,8 milhões, na cotação atual) e poderá ganhar mais US$ 800 mil (R$ 3,4 milhões) de bônus se a obra tiver um bom desempenho nas bilheterias, segundo informações do TMZ.

Em agosto deste ano, Millie encontrou Maisa Silva e a brasileira afirmou que teve "altos papos" com a atriz americana. Relembre aqui.

Enola Holmes está previsto para estrear em 2020 e terá Henry Cavill no papel de Sherlock.

Filme 'Carcereiros' surge com proposta blockbuster; qualidades não faltam

Por Luiz Carlos Merten

Rodrigo Lombardi já havia contado como caiu de paraquedas na produção de Carcereiros, a série. Quem deveria fazer o papel de Adriano era Domingos Montagner, mas ele morreu tragado pela correnteza do Rio São Francisco, em setembro de 2016, durante um intervalo das gravações da novela Velho Chico. Chamado para substituir o colega, Lombardi nem teve tempo de preparar-se como gosta. "Terminei uma novela na sexta e na segunda já estava gravando de novo", conta.

Quando surgiram a segunda temporada e a ideia do filme, um pouco porque os roteiristas Fernando Bonassi e Marçal Aquino, com a cumplicidade de Dennison Ramalho, estavam tentados a assumir o desafio de construir um relato com começo, meio e fim - na série, cada episódio era independente, mas havia uma história rolando, que atravessava os capítulos -, Lombardi já estava mais enturmado. Conhecia o personagem e fez valer suas sugestões. O filme estreia nesta quinta, 28, nos cinemas, depois de integrar a programação da Mostra de São Paulo, com direito a debate dos roteiristas.

'Carcereiros'

O filme é muito bem realizado, interpretado. Possui uma dinâmica muito forte de thriller - e um astro em pleno domínio dos seus meios. Lombardi não gosta de ser chamado de astro, embora seja. Considera-se um operário da interpretação, tendo começa no teatro e ganhado a televisão e o cinema. Conta que o que poderia ter sido negativo - entrar às pressas no projeto da série -, terminou sendo positivo. "Como não tive muito tempo para elaborar uma identidade para o Adriano, isso me permitiu transcender o que não deixa de ser a jornada de um homem comum, resistindo à tentação de transformá-lo num estereótipo de herói." E ele acrescenta o que lhe parece o grande mérito da série, que o filme retoma: "Não é maniqueísta, e isso é uma coisa que já vem do livro do Drauzio (Varela)".

Paola Carvalho
cabinerr@gmail.com
Cadastrar-me Enviar Comentário
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Cabine de Projeção
+ Ler mais artigos de Cabine de Projeção