JOGO
São Raimundo arranca empate no Acre, mas está eliminado da Copa verde
Gostei (0) Não gostei (0)
Por Ribamar Rocha
Em 22/02/2018 às 00:15
Técnico Chiquinho Viana lamentou empate no Acre (Foto: Ribamar Rocha)

O sistema de jogo armado pelo treinador do São Raimundo, Chiquinho Viana, para encarar o Rio Branco do Acre com três atacantes no jogo de volta da Copa Verde, realizado ontem na Arena da Floresta, por pouco não surtiu o efeito desejado e o Mundão deixou o estádio com empate de 2 a 2, depois de estar perdendo por 2 a 0. 

O São Raimundo havia sido derrotado por 2 a 1 no jogo de ida, em casa. Com o empate o Rio Branco encara o Manaus-AM, dia 7 de março, pelas quartas de finais, na luta por uma vaga na final da competição Regional.

Os gols do Rio Branco foram marcados pelo zagueiro Adriano Chuva, de pênalti, aos 16 minutos do primeiro tempo. O pênalti foi causado pelo volante Juca que fez falta desnecessária na grande área em cima do Matheus Nego.

O segundo gol aconteceu aos 2 minutos da segunda etapa e veio através de boa jogada do meio campo do Rio Branco que envolveu os dois Matheus do clube acreano. Matheus subiu pela direita e tabelou com Matheus Nego, que recebeu na entrada da área e chutou colocado sem chances de defesa do goleiro Diego.

O são Raimundo descontou com Juca, aos 33 minutos do segundo tempo. Ricardinho cruzou pelo meio e a zaga cortou nos pés de Juca que não perdoou e mandou para o fundo da rede.

O Mundão se empolgou com o gol e partiu para cima do adversário. Três minutos depois do gol o São Raimundo quase chega a empate com Ygo que acertou uma bomba da intermediaria e a bola explodiu na zaga. Os jogadores pediram pênalti, o árbitro deu escanteio.

Nos minutos finais o Mundão buscou empate até o final do jogo e fez blitz na área acreana. Num lance isolado na área, aos 45 minutos, o zagueiro Cris cometeu falta em Romanelli e o árbitro marcou pênalti. Romanneli bateu fez e deixou tudo igual.

ARBITRAGEM – A arbitragem foi de Devarly Lira do Rosário-ES, com assistências de Ramires Santos Candido-ES na bandeira 1 e de Valberson Braz Zanotti-ES na bandeira 2. O Quarto árbitro foi Carlos Ronne Casas de Paiva-AC.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!