CLAUSTROFOBIA
Conheça os efeitos colaterais do transtorno psicológico
O tratamento profissional com terapia e medicamentos é bastante eficiente
Por Raisa Carvalho
Em 05/02/2018 às 00:24
Para o psiquiatra Alberto Iglesias, entrar em pânico apenas de se imaginar numa situação destas já diz que o medo de lugares fechados precisa de tratamento profissional (Fotos: Divulgação)

Se sentir desconfortável em lugares fechados é bem comum, já que na maioria das pessoas, o confinamento normalmente aumenta a ansiedade. Apesar disso, muitas vezes é necessário passar por momentos de enclausuramento, seja para fazer um exame de rotina num aparelho de ressonância magnética, seja para fazer uma viagem de avião, até mesmo por algumas horas no trânsito.

Para o psiquiatra Alberto Iglesias, entrar em pânico apenas de se imaginar numa situação destas já diz que o medo de lugares fechados precisa de tratamento profissional.

A claustrofobia é um dos transtornos mais comuns, no qual o indivíduo sente um medo profundo de permanecer em ambientes fechados, podendo ter um ataque de pânico dentro de elevadores, aviões, salas lotadas ou áreas restritas.

“Sintomas como falta de ar, coração disparar, aperto no peito, nó na garganta, sensação ruim na cabeça, enjoo, mal-estar geral, sensação de desmaio ou que vai perder os sentidos do corpo podem acontecer”, relata.

Não se sabe ao certo qual é a causa da claustrofobia. Alguns médicos relatam a genética e traumas de Infância.

"Muitas vezes a situação claustrofóbica se inicia durante a infância e é relembrada até na fase adulta, existe também a claustrofobia transmitida pelos pais e repressão vivida no passado. Nesses casos, a claustrofobia apenas reflete emoções de sufocamento, como cobranças excessivas, desrespeito, desvalorização e negação de sentimentos”, avalia.

Apesar de ser um medo perturbador e as crises de pânico limitarem as atividades do paciente, o tratamento profissional com terapia e medicamentos é bastante eficiente.

Segundo o médico, o tratamento de qualquer tipo de fobia, contando com a claustrofobia, é realizado a partir de métodos psicológicos. "Dependendo de cada caso, os métodos podem ser variados. Quando uma pessoa tem claustrofobia, ela pode apresentar alguns sintomas específicos durante um ataque de ansiedade em um ambiente restrito", disse.

O que é claustrofobia?

Claustrofobia é uma fobia, ou seja, um medo, uma repulsa ou uma aversão, que se manifesta em situações de confinamento, ou seja, em lugares fechados, ou de difícil saída. O termo vem do latino claustrum, "lugar fechado" e do greco φόβος, phobos, "fobia".

Sintomas físicos

*Sudorese elevada
*Frequência cardíaca aumentada
*Hiperventilação
*Falta de ar
*Frivolidade
*Náuseas (enjoo)
*Desmaio
*Pavor do dano ou doença real
*Tremedeira
*Sensação de asfixia
*Ondas de calor ou calafrios
*Dor ou sensação de aperto no peito
*Dor de cabeça
*Tontura
*Sensação de desmaio
*Boca ressecada
*Zumbido no ouvido
*Desorientação ou confusão
*Vontade de ir ao banheiro
*Formigamento ou dormência dos membros do corpo
*Medo de desmaiar, perder o controle e de morrer.
*Pavor intenso

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!