VOZ E VIOLÃO
Artistas da Venezuela apresentam projeto de ‘Afro y Bossa’
A apresentação ocorre no Espaço Malokombia, localizado na Rua Noel Rosa, 346, na cidade Santa Cecília
Por Raisa Carvalho
Em 23/11/2017 às 00:23
Os venezuelanos Elvis Carvallo e Leo Castillo se apresentam nesta sexta-feira (Fotos Divulgação)

Os venezuelanos Elvis Carvalo e Leo Castillo apresentam nesta sexta-feira, 24, o projeto musical “Afro y Bossa” que reúne música latina, bossa nova, jazz, boleros, samba e blues. Os artistas vieram a Roraima para se apresentar no IBVM Festival e agora fazem uma segunda apresentação no Espaço Malokombia, localizado na Rua Noel Rosa, 346, na cidade Santa Cecília. Os ingressos custam R$15,00 e terá início a partir das 20 horas.

O projeto Afro y Bossa visa a fusão de gêneros distintos, sendo uma a expressão musical típica da América de língua espanhola, enquanto que a bossa nova é associada a melodias leves e descompromissadas.

De acordo com a cantora Elvis, a música sempre faz parte de sua vida, e no cenário musical em Caracas conheceu Leo. “Sempre nos apresentamos nos mesmos lugares, e assim ele me convidou para fazer o projeto juntos, eu topei”, relembra.

Segundo a cantora, o trabalho é composto de canções interpretadas com forte emoção, com arranjos resultantes da interseção entre várias influências culturais. As apresentações já ocorreram para comunidades brasileiras que existem na Venezuela. “Como no nosso repertório tem muita música brasileira, tocávamos para os brasileiros, eles são o nosso público”, conta.

O projeto reúne sucessos do ritmo brasileiro que ficaram famosos em todo o mundo, além da influência do jazz norte-americano.

Leo fala que no show também haverá músicas próprias. “Será um show intimista, onde o público poderá ter a oportunidade de conversar e fazer o seu pedido musical”, disse.

Segundo ele, o projeto musical é resultado de memórias musicais de sua infância. “É na bossa que estão minhas emoções, meus sentimentos e minha relação com a minha própria memória musical, aquilo que corre pelas minhas veias. A bossa nova entrou na minha vida quando eu era criança, meu pai colecionava álbuns de música brasileira e assim, eu tive o primeiro contato com a música. Já admirava o gênero como um dos três grandes ritmos da América Latina, ao lado do tango e do bolero”, disse.

Serviço
Afro y Bossa
Data: 24 de novembro
Local: Espaço Cultural Malokombia
Endereço: Rua Noel Rosa, 346, na cidade Santa Cecília
Ingresso: R$15,00

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!