CINEBIOGRAFIA

Saiba quem vai interpretar Ney Matogrosso nos cinemas

O cantor, conhecido pela sua carreira solo e como vocalista principal da banda brasileira “Secos e Molhados”, vai ganhar uma cinebiografia

Foto Divulgacao
Foto Divulgacao
Publicidade
Publicidade

O cantor Ney Matogrosso, conhecido pela sua carreira solo e como vocalista principal da banda brasileira “Secos e Molhados”, vai ganhar uma cinebiografia! E o protagonista já foi escolhido: ele será interpretado por Jesuíta Barbosa, o Jove do remake da novela “Pantanal”.

A produção foi anunciada essa semana já com o nome do filme “Homem com H”, baseado em uma das canções mais conhecidas de Matogrosso, onde ele canta “nunca vi rastro de cobra, nem couro de lobisomem, se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, porque eu sou é home'”. A obra é produzida pela Paris Filmes.

Após o anúncio da escalação, o cantor disse em entrevista ao portal ‘Só Notícia Boa’ que estava feliz com a escolha. “É verdade e estou muito feliz, acho o Jesuíta um ator maravilhoso”, declarou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



O ator Jesuíta Barbosa tem 32 anos, nascido e criado no sertão de Pernambuco. Iniciou sua carreira no teatro em Fortaleza e percorreu todo o nordeste com o espetáculo queer “As Travestidas”. No cinema também participou de grandes obras, entre elas, “Cine Holliúdy”, “Serra Pelada” e “Tatuagem”. Na televisão participou das séries “Ligações Perigosas”, “Justiça” e das novelas “Verão 90” e “Pantanal”. 

O ator escolhido foi Jesuíta Barbosa, o Jove do remake da novela “Pantanal” (Foto: Divulgaçao)

Conheça a história de Ney Matogrosso

O cantor Ney Matogrosso nasceu em Bela Vista, no Mato Grosso do Sul. Filho de pai militar, o artista sempre gostou de cantar, pintar e interpretar. Aos 18 anos saiu de casa após assumir sua homossexualidade. Viveu no Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília, onde conheceu o produtor musical João Ricardo e foi convidado para ser o cantor do grupo “Secos e Molhados”. 

A banda se tornou uma das mais famosas da música popular brasileira e Ney foi considerado uma das maiores vozes do país. Um dos álbuns da banda chegou a um milhão de cópias vendidas, com sucessos como “Rosa de Hiroshima” e “Sangue Latino”. Após sair da banda, Matogrosso investiu na carreira solo e conta com mais de 25 álbuns lançados. Hoje, aos 82 anos, o artista continua em turnê pelo Brasil.

Publicidade