BOA VISTA

Saúde suspende anúncio de greve temporariamente após reunião com prefeito

Recuo ocorre após o prefeito Arthur Henrique sinalizar atendimento de algumas das 40 demandas apresentadas e prometer respondê-las na sexta

Saúde suspende anúncio de greve temporariamente após reunião com prefeito
Publicidade
Publicidade

Os sindicatos da Saúde decidiram suspender temporariamente a decisão de iniciar uma greve na próxima sexta-feira (1º) em virtude de pontos da minuta do Plano de Cargos, Carreiras e Remunerações (PCCR) considerados prejudiciais. O recuo ocorre após o prefeito Arthur Henrique (MDB) sinalizar o atendimento de algumas das cerca de 40 demandas apresentadas pela categoria e prometer dar sua resposta na sexta, em nova reunião com os sindicalistas para as 14h.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Conforme apuração da Folha, das demandas em que o prefeito indicou atender em reunião que durou quase três horas pela manhã, no Palácio 9 de Julho, estão:

  • Pagamento do novo piso salarial da Enfermagem;
  • Adicional noturno para médicos;
  • Gratificação por desgaste físico e mental para o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência);
  • Reajuste geral anual com data-base para janeiro;
  • Melhorias na progressão na carreira.

“Algumas trazem impacto financeiro, outras não trazem, então, estamos avaliando essas cinco demandas pra que a gente possa dar esse retorno até sexta-feira”, disse o prefeito de Boa Vista durante entrevista coletiva sobre o lançamento do programa Boa Vista+Saúde, no Teatro Municipal.

A reunião também debateu amplamente pontos levantados pela categoria, como tratamento igualitário de reajustes, desmembramento dos odontólogos da tabela salarial dos médicos, possível insegurança jurídica do PCCR e adicional de qualificação para servidores de nível Médio e Superior.

“Deu a impressão de que todas as demandas não estavam chegando ao conhecimento dele, sendo barradas pelas secretarias, coisas que não conseguimos negociar na mesa do SUS com os secretários”, detalhou em vídeo o presidente do Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais (Sinfito-RR), Thiago Reis.

Além do prefeito, também estiveram na reunião os secretários municipais Ana Florêncio (Comunicação), Regiane Matos (Saúde) e Lincoln Oliveira (Administração e Gestão de Pessoas), a procuradora-geral do Município, Marcela Medeiros.

Dos representantes sindicais, além de Thiago Reis, estavam Maceli de Souza Carvalho (presidente do Sindicato dos Trabalhadores de Saúde – Sintras-RR), Alisson Nascimento (delegado do Sindprer), Antonio Delmiro (presidente do Simed-RR), Erasmo Mistal Vasconcelos de Lima (presidente do Sindicato dos Tecnólogos Técnicos e Auxiliares em Radiologia – Sintear) e Lucinalda Coelho (presidente do Sindicato dos Trabalhadores Municipais – Sitram).

Publicidade