ATENDIMENTO À POPULAÇÃO

Roraima será projeto-piloto da reinauguração do PREVMóvel, afirma ministro da Previdência Social

O PREVMóvel leva atendimento do INSS a regiões onde não há Agência da Previdência Social

O ministro participou da audiência pública da Alerr nesta sexta-feira, 1° (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)
O ministro participou da audiência pública da Alerr nesta sexta-feira, 1° (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

A retomada do serviço do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que vai levar atendimento aos cidadãos que moram em regiões onde não existe Agência da Previdência Social terá Roraima como projeto-piloto. A informação foi divulgada pelo o ministro da Previdência Social do Governo Federal, Carlos Luppi.

Na manhã desta sexta-feira, 1°, o ministro participou da audiência pública “Previdência Social: humanizada, eficiente e inclusiva”, no Plenário Noêmia Bastos Amazonas, da Assembleia Legislativa de Roraima (Alerr). Na ocasião, ele falou dos projetos para este ano e mencionou a volta do PREVMóvel, unidade móvel da Previdência Social.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



“Até o fim do ano, serão quase 40 milhões de brasileiros que receberão algum benefício da Previdência. Temos que buscar eficiência e melhorar nosso serviço. Vamos colocar os veículos para irem até onde a população precisa de atendimento. Tenho certeza que vai beneficiar a comunidade”, disse.

Gelbson Braga, superintendente Regional do INSS em Roraima (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Conforme o superintendente Regional do INSS em Roraima, Gelbson Braga, a visita do ministro no estado tem o objetivo de fortalecer o nome da Previdência Social. Ele explicou que o serviço será iniciado ainda neste ano, mas sem data confirmada.

“São 60 mil pessoas que recebem algum benefício aqui em Roraima. Aqui, temos quatro Agências da Previdência Social, em Boa Vista, Caracaraí, Rorainópolis e Alto Alegre. Com o PREVMóvel, o INSS vai levar os serviços previdenciários a municípios como Caroebe, São João da Baliza e Uiramutã, que não têm agências fixas”, afirmou.          

Ainda segundo o ministro, uma das metas para 2024 da Previdência Social é fornecer um atendimento mais humanizado e inclusivo. Além disso, planeja agilizar os serviços e diminuir o tempo da lista de espera de pedidos de benefícios. “Quanto mais demoramos, mais transtornos causamos às pessoas que aguardam. Quando agilizamos o processo, também economizamos para a União”, comentou.

Em Rorainópolis

Deputada federal Helena Lima (MDB) destinará emenda parlamentar para construção da sede em Rorainópolis. (Foto: reprodução)

A construção da agência do INSS no município de Rorainópolis deve contar com recursos de emenda parlamentar da deputada federal Helena Lima (MDB). O anúncio foi feito na mesma ocasião pela deputada.

“Estou firmando este compromisso para garantir um espaço próprio para o INSS, com o o objetivo de ampliar e melhorar o acesso de agricultores, pescadores, trabalhadores, pessoas com deficiência e idosos à aposentadoria e ao benefício de prestação continuada do INSS”, disse.