RECONFIGURAÇÃO

Entenda como fica base de Arthur na Câmara após cassação de vereador aliado

Samuel Lopes declarou seguir as diretrizes de seu partido, o Republicanos, e que tem posição pessoal sobre o atual gestor

O prefeito Arthur Henrique durante entrevista coletiva (Foto: Nilzete Franci/FolhaBV)
O prefeito Arthur Henrique durante entrevista coletiva (Foto: Nilzete Franci/FolhaBV)

A cassação de Adjalma Gonçalves (Podemos) por infidelidade partidária reduziu a base aliada de Arthur Henrique (MDB) na Câmara Municipal de Boa Vista. Isso porque o novo vereador empossado Samuel Lopes (Republicanos) declarou ser oposição ao prefeito, embora elogie o perfil técnico do atual gestor municipal.

“Sou filiado ao Republicanos e, naturalmente, eu sigo o espectro do partido, de centro-direita. Não faço parte da base de apoio ao prefeito Arthur Henrique”, disse ele, que confirmou seguir a posição do partido.

“Não teria como me posicionar diferente nesse momento, ainda que eu tenha posicionamento particular em reconhecer o trabalho que o prefeito tem feito. O vejo como um chefe de Executivo técnico, novo. E acredito que o Estado de Roraima, especificamente Boa Vista, tem passado por reformulação política e o prefeito Arthur tem caminhado neste sentido”, avaliou.

O advogado e professor Samuel Lopes (Foto: Arquivo pessoal)

Com isso, a base de Arthur Henrique passa a ser composta por 12 dos 23 vereadores – maioria simples suficiente para aprovar matérias do interesse de sua gestão. Os parlamentares componentes são: Adnan Lima (DC), Bruno Perez (MDB), Dr. Ilderson (MDB), Gildean Gari (DC),  Júlio Medeiros (MDB), Jullyerre Pablo (MDB), Leonel Oliveira (DC), Regiane Matos (MDB), Ruan Kenobby (DC), Thiago Fogaça (MDB), Tuti Lopes (Podemos) e Vavá do Thianguá (MDB).