Pacaraima

Polícia apreende cestas básicas que teriam sido desviadas por tuxaua em comunidade indígena

Caso foi denunciado por outra tuxaua que coordena a distribuição dos alimentos; ela contou que 100 cestas teriam sido desviadas pelo suspeito

Material foi apreendido em comunidade indígena (Foto: Divulgação/PMRR)
Material foi apreendido em comunidade indígena (Foto: Divulgação/PMRR)
Publicidade
Publicidade

Mais de 50 cestas básicas e caixas com latas de sardinha foram apreendidas por suspeita de terem sido desviadas pelo tuxaua da comunidade indígena Nova Esperança, em Pacaraima, no interior de Roraima. Os alimentos foram enviados à comunidade pela Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) o desvio foi denunciado por outra tuxaua, que coordena a distribuição das cestas.

Os policiais foram até a comunidade Nova Esperança nessa quarta-feira (7) e o material foi devolvido. De acordo com a Polícia Militar de Roraima (PMRR), o caso foi denunciado pela tuxaua coordenadora da região do Alto São Marcos à delegacia. Ela relatou que autorizou que 250 cestas básicas fossem retiradas na comunidade indígena, mas ele teria embarcado mais cestas básicas do que o combinado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



O tuxaua deveria levar o caminhão carregado com as cestas até o posto de fiscalização Macunaima. Eles ficaram o dia todo esperando pelo caminhão, mas ele não chegou. No fim do dia, um segundo homem chegou ao local, porém, com 200 cestas básicas

Na última quinta-feira (1°), a tuxaua foi para Boa Vista para buscar mais cestas básicas. Ao fazer a recontagem, disse que estava faltando 150 cestas básicas. Ela conversou com o tuxaua, que admitiu ter pego algumas cestas a mais e pediu uns dias para fazer a reposição das 100 cestas básicas. Desde então tentava contato com o homem, mas ele não atendia as ligações.

Publicidade