Polícia

Militares da Venezuela são presos com mais de 30 kg de Mercúrio

Minério seria comercializado em áreas de garimpo ilegal

Seis pessoas, entre eles, um tenente e um coronel da Força Aérea da Venezuela, foram presos com mais de 30 quilos de Mercúrio, que seria comercializado em áreas de garimpo ilegal em Roraima, na noite dessa segunda-feira, 27, no município de Pacaraima. Dos seis presos, quatro são venezuelanos.

As prisões e apreensões foram realizadas pela Força Tarefa de Segurança Pública (FTSP/RR), que informou que os suspeitos foram abordados em uma fiscalização de rotina no município, por volta das 21h e se deslocavam em dois veículos com destino à Boa Vista.

Os suspeitos informaram aos policiais que o mercúrio vinha da Venezuela e seria comercializado em áreas de garimpos ilegais, aonde o quilo chegam a custar 10 gramas de ouro.

Além do mercúrio, também foram apreendidos mais de 4 mil reais em espécie e rádios comunicadores. Os envolvidos foram encaminhados ao sistema prisional, onde permaneceram à disposição da justiça.

A Força Tarefa de Segurança Pública de Roraima é integrada pela Polícia Federal, Civil, Militar e Penal.

Os garimpeiros usam mercúrio para coletar o ouro dos concentrados na forma de um amálgama e recuperam o ouro metálico queimando-o. O mercúrio, que serve de ímã para grudar os pedaços menores de ouro, tornando-os mais visíveis e fáceis de serem separados, ainda é usado em larga escala pelos garimpeiros ilegais.

Publicidade