Polícia Civil

Condenada por estuprar adolescente de 13 anos é presa em Boa Vista

Mulher foi presa em casa e não resistiu à ação policial

Cidade da Polícia Civil, no bairro Caçari (Foto: Nilzete Franco/Folha BV)
Cidade da Polícia Civil, no bairro Caçari (Foto: Nilzete Franco/Folha BV)
Publicidade
Publicidade

Uma mulher de 32 anos, condenada por estupro de vulnerável, foi presa em Boa Vista. Ela foi sentenciada pela Vara de Vulneráveis à pena definitiva de 10 anos, sete meses e 15 quinze dias de reclusão em regime, inicialmente fechado, pela prática do crime de estupro de vulnerável.

O crime contra a mulher foi registrado em setembro de 2012. De acordo com a sentença, a acusada foi até a escola da vítima e, na companhia de outras pessoas, dentre elas o namorado dela, levou a adolescente, naquela ocasião com 13 anos de idade, a uma chácara. A acusada foi casada com o pai da vítima, por isso, havia uma relação de confiança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Foi denunciado que a mulher deu bebida alcóolica para a adolescente e, depois, ela e o namorado estupraram a adolescente. Como a garota não chegou em casa, os familiares passaram a procurá-la na cidade e depois descobriram que ela estava na companhia da acusada.

Quando encontraram a adolescente, os familiares procuraram à Polícia Civil, após verem o estado em que se encontrava, bastante embriagada e abalada. Foi contatada a violência sexual.

A mulher foi processada pela Justiça e condenada pelo crime, que foi transitado em julgado. Ela teve o mandado de prisão por sentença condenatória expedido e cumprido pelos policiais civis. Ela foi presa na sua residência no bairro Cidade Satélite, na última sexta-feira. Posteriormente, foi levada à sede da Polinter, onde teve a prisão formalizada e, na manhã de ontem, dia 10, foi apresentada na Audiência de Custódia.

Publicidade