SEQUÊNCIA NEGATIVA
Junior Pinho não é mais técnico do Baré
Treinador anunciou desligamento do Colorado na tarde dessa segunda-feira, 19. Ele comandou a equipe nos últimos três meses
Por Folha Web
Em 20/03/2018 às 00:12
Júnior Pinho deixa o Baré, após sequência ruim da equipe no Campeonato Roraimense (Foto: Arquivo pessoal)

A sequência negativa de resultados do Baré na atual edição do Campeonato Roraimense fez a primeira vítima na equipe: Júnior Pinho, anunciou por meio de sua conta em uma rede social, na tarde dessa segunda-feira, 19, que não é mais técnico do Colorado.

O trabalho iniciado ainda em novembro, quando assumiu o clube com a missão de traçar o planejamento da pré-temporada, indicar contratações e dar uma nova cara à equipe, vice-campeã em 2016 e 2017, não resistiu à falta de bons resultados em campo.

O Baré terminou o primeiro turno na terceira colocação do Grupo A, com apenas dois pontos ganhos em três jogos: foram dois empates (2 a 2 contra o GAS e 3 a 3 no duelo contra o Real) e uma derrota contra o seu clássico rival, o Atlético Roraima (1 a 0). Um aproveitamento de apenas 22,2%. Muito distante dos 77,8% do GAS, que terminou na liderança do grupo e decide o título do primeiro turno nesta terça-feira, 20, contra o São Raimundo.

Se o ataque do Colorado funcionou (foram cinco gols em três jogos), a defesa, foi o calcanhar de Aquiles do treinador: foram seis gols sofridos e saldo negativo de -1.

De acordo com o presidente do Baré, Oziel Araújo, a decisão da saída de Pinho foi tomada em comum acordo com o técnico. “Nós conversamos e decidimos trocar o comando. Nada contra a questão de trabalho do professor Júnior Pinho. A questão que pesou, foi a mudança de clima que estamos precisando, para reverter esse quadro que foi o primeiro turno”.

Em sua conta no Facebook, Pinho agradeceu a confiança da diretoria Colorada em seu trabalho, aos jogadores e membros da comissão técnica e lamentou a falta de resultados.

“Encerro meu ciclo nesse grande clube Baré E.C. Foram 90 dias de muito trabalho e dedicação, muito profissionalismo. Quero agradecer primeiramente a Deus pela oportunidade e agradecer ao presidente do Baré E.C, Oziel Araújo, pela confiança em mim depositada, agradecer a minha comissão técnica, meu auxiliar Betinho. Meu preparador físico, Jorginho e meu preparador de goleiros Moisés e toda diretoria em geral, pelo apoio que tive ao longo de todo esse tempo. Em especial a esse grupo de jogadores que lutou muito para conseguir nossos objetivos.

agradecer também a todos em geral. Espero de coração, que o Baré E.C consiga alcançar todas as vitórias e volte a conquistar títulos para essa grande torcida, que merece muito mais. Encerro minhas palavras pedindo desculpa à todos por não ter conseguido. E agradecer a Deus por me proporcionar tudo isso. Deus no controle”.

No lugar de Júnior Pinho, assume interinamente o auxiliar técnico Betinho. Mas a diretoria Colorada já se movimentou e anunciou o novo técnico: será Edson Cechelero, o “Edson Neguinho”, que chega nesta quarta-feira, 21, vindo de Florianópolis-SC.

O treinador de 49 anos foi campeão da Série B do Brasileirão como jogador, pelo Paraná Clube, em 1992. Como auxiliar técnico, ajudou o Avaí (SC) a conquistar o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro em 2009 e conquistou o bicampeonato catarinense em 2009/2010. Como técnico, comandou o clube na temporada 2011, na campanha da Série A. Seu último trabalho foi na temporada 2015, quando comandou o Paraná Clube na Série B e no Campeonato Paranaense.

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!