NO CANTÁ
Indígena morre atropelado na BR-432
A polícia suspeita de atropelamento, mas ainda não conseguiu localizar o veículo nem o condutor
Por Folha Web
Em 05/02/2018 às 00:55
A batida foi tão forte que a bicicleta ficou destruída; a Polícia Civil deve investigar o caso (Foto: Divulgação)

O indígena identificado como Caciano Ambrósio, de 39 anos, morreu esse final de semana, após acidente ocorrido na BR-432, no município do Cantá, região centro-leste de Roraima. A suspeita é que ele tenha sido atropelado. Porém, o condutor do carro ainda não foi localizado. 

Segundo informações levantadas pela reportagem da Folha, a vítima residia na comunidade Taba Lascada, a 20 quilômetros de Boa Vista, e trafegava pela rodovia de bicicleta, quando o motorista de um veículo que estaria em alta velocidade o atropelou.

O ciclista foi arremessado a vários metros de distância até uma área de arbustos no acostamento da rodovia. O impacto foi tão forte que a bicicleta utilizada pela vítima ficou completamente destruída. O indígena morreu na hora e o corpo foi encontrado por moradores da localidade que chamaram a polícia.

O Instituto Médico Legal (IML) removeu o corpo e uma irmã de Caciano o identificou. Até o fechamento desta reportagem, o motorista que pode ter atropelado o indígena, não fora localizado. O caso deverá ser investigado pela delegacia do Cantá.

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!