SAÚDE

Tecnologia servirá de apoio emocional a jovens e adolescentes com Aids

O Brasil notificou 40.880 casos de HIV, sendo 18.013 entre jovens de 15 a 29 anos

Tecnologia servirá de apoio emocional a jovens e adolescentes com Aids
Publicidade
Publicidade

A cada ano, um número significativo de adolescentes e jovens brasileiros recebe o diagnóstico de HIV, marcando uma fase crítica em suas vidas. No entanto, as notícias nem sempre vêm acompanhadas de acolhimento e informações adequadas. De acordo com os dados mais recentes do Boletim Epidemiológico HIV/Aids do Ministério da Saúde, em 2021, o Brasil notificou 40.880 casos de HIV, sendo 18.013 entre jovens de 15 a 29 anos.

Diante desse cenário desafiador, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids) anunciam uma iniciativa pioneira – o KEFI, a primeira inteligência artificial projetada para oferecer apoio a adolescentes e jovens recentemente -diagnosticados com HIV. A plataforma inovadora pode ser acessada via WhatsApp a partir desta segunda-feira (6/11).

O propósito fundamental do KEFI é criar um espaço humanizado, oferecendo empatia, sigilo e confiança. A conversa é conduzida por inteligência artificial, garantindo 100% de confidencialidade. Luciana Phebo, chefe de Saúde, Nutrição e HIV/AIDS do UNICEF no Brasil, destaca a importância do diálogo sobre informações úteis, promovendo a vinculação aos cuidados, desde a adesão ao tratamento até o acesso aos serviços, além de fornecer apoio psicossocial.

Por meio da inteligência artificial, o KEFI consegue reunir experiências e histórias reais de pessoas vivendo com HIV, desde o início da pandemia até os dias de hoje. O conteúdo da ferramenta foi criado por jovens e especialistas da área, garantindo uma abordagem sensível e eficaz.

Claudia Velasquez, diretora e representante do Unaids no Brasil, enfatiza a importância do lançamento do KEFI como um recurso vital para as pessoas, especialmente os mais jovens, que se descobrem vivendo com HIV. O acesso à informação e orientação de forma simples, através de seus celulares, pode ter um impacto na diminuição significativa da ansiedade, no estímulo ao início ou continuidade do tratamento, e na luta contra o estigma e a discriminação associada ao HIV.

Para acessar o KEFI, basta utilizar o link: ou enviar uma mensagem para o número +55 11 5197-4395 no WhatsApp.

Publicidade