fraude eletrônica

Nubank adquire domínios fraudulentos para proteger os clientes de golpes online

Nubank adquire domínios fraudulentos para proteger os clientes de golpes online

(Foto: iStock)
(Foto: iStock)
Publicidade
Publicidade

A proteção contra golpes na internet é uma preocupação crescente, especialmente à medida que os golpistas se tornam mais sofisticados em suas táticas. O Nubank tomou medidas proativas para ajudar a proteger seus usuários. O banco digital comprou vários endereços de sites não oficiais que poderiam confundir os usuários, e vai redirecionar quem acessa esses sites para o seu novo portal de segurança.

Essa iniciativa faz parte de uma campanha chamada #PareceMasNãoÉoNubank, que tem como objetivo orientar os usuários a não clicar em links suspeitos e a conhecer os canais oficiais de atendimento do banco digital. Além disso, o Nubank também lançou uma campanha chamada SOS NU, que reúne dicas úteis para evitar armadilhas relacionadas a cartões de crédito ou contas digitais.

A medida foi tomada após o banco ter enfrentado críticas e notificações de órgãos de fiscalização, devido a golpes sofridos por clientes, e faz parte de um esforço para reforçar a segurança e prevenir novos casos de fraudes, já que o banco possui mais de 80 milhões de clientes no Brasil. Assim, o Nubank age retirando os endereços das mãos de golpistas que visam enganar os usuários.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



É comum vermos golpes que oferecem serviços de previdência privada, proteção de crédito, entre outros, que são disfarçados de oportunidades de investimento atrativas ou ofertas imperdíveis. Os fraudadores costumam criar páginas falsas na internet ou enviar mensagens por e-mail, redes sociais e aplicativos de mensagens, prometendo vantagens financeiras e benefícios que parecem significativos.

Proteção contra golpes

É importante estar atento a sinais de alerta para tomar precauções e se proteger desses golpes. Isso inclui verificar a autenticidade das ofertas e das instituições financeiras, não fornecer informações pessoais ou financeiras a desconhecidos e não realizar transferências ou pagamentos sem ter certeza de que a transação é segura.

Se alguém ligar ou enviar uma mensagem dizendo que a pessoa precisa resolver um problema imediatamente, é preciso tomar cuidado. Os golpistas costumam usar essa abordagem para pressionar as vítimas e deixá-las sem tempo para pensar. É necessário sempre checar as informações com cautela e não se deixar levar pela pressão. Isso pode ser feito entrando em contato diretamente com a instituição financeira.

Caso alguém pergunte a senha de acesso ao banco ou a qualquer serviço financeiro, não se deve jamais fornecê-la. Os bancos e as instituições financeiras nunca irão contatar a pessoa para solicitar esse tipo de informação. Também não se deve baixar um aplicativo ou arquivo sem a devida atenção, já que pode ser malicioso e projetado para roubar dados pessoais ou financeiros.

Publicidade