AUMENTO DE 348,7%

Polícia Civil apreendeu mais de 1,6 toneladas de drogas em 2023

Os dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal da PCRR revelaram ainda uma redução de 15% nos casos de crimes violentos, com 125 homicídios dolosos registrados em todo o Estado, indicando uma diminuição de 28,5% em comparação a 2022

(Foto: Ascom/PCRR)
(Foto: Ascom/PCRR)

O ano de 2023 teve um expressivo aumento nas apreensões de drogas, evidenciando um intenso combate ao tráfico organizado. Mais de 1,6 toneladas de drogas foram apreendidas, tendo um aumento 348,7% em relação ao ano anterior, segundo a informações da Polícia Civil. 

De acordo com a instituição, a estratégia concentrou-se em investigações de grande porte, resultando na interceptação de três aeronaves carregadas com entorpecentes.

Os dados revelam que até o dia 28 de dezembro foram apreendidas uma tonelada e 601 quilos de drogas em operações realizadas pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e pelo Departamento de Narcóticos (Denarc). Durante o ano anterior, foram apreendidos 356,925 kg de drogas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



A Polícia Civil afirma ainda que foram desativados 70 pontos de venda de drogas e 123 pessoas foram presas. 

Quanto às armas, foram apreendidas 440 até 25 de dezembro de 2023, representando um aumento de 14,5% em relação a 2022. 

Os dados do Núcleo de Estatística e Análise Criminal da PCRR revelaram uma redução de 15% nos casos de crimes violentos, com 125 homicídios dolosos registrados em todo o Estado, indicando uma diminuição de 28,5% em comparação a 2022. 

Houve  também o cumprimento de 1.040 mandados de prisão, um leve aumento em relação a 2022, e um aumento de 54,5% nos mandados de busca e apreensão de adolescentes.