Título inédito

Sampaio vence São Raimundo por 3 a 2 e conquista Roraimão 2024

Para o Gas, Léo Salgado marca dobradinha e Kiki balança e fecha na artilharia. Carlinhos e João Paulo foram aos cordéis pro Mundão

Leão Dourado pela primeira vez na história levanta o caneco do Estadual. Crédito: ASCOM/Sampaio
Leão Dourado pela primeira vez na história levanta o caneco do Estadual. Crédito: ASCOM/Sampaio

O estádio de Roraima agora está pintado de dourado e grená, o Grêmio Atlético Sampaio quebrou a hegemonia do arquirrival São Raimundo e conquistou o Campeonato Roraimense de futebol profissional pela primeira vez em sua história. Pelo jogo único da final, o Sampaio venceu o São Raimundo por 3 a 2, na noite desta terça-feira (11), no estádio Flamarion Vasconcelos – o Canarinho, em Boa Vista.

Além do título, o Grêmio Atlético Sampaio garantiu vaga na Copa Verde e Série D do Campeonato Brasileiro de 2025, pela segunda vez irá disputar o certame nacional. O São Raimundo tem vaga garantida na Copa do Brasil de 2025.

Lateral-esquerdo Jorel Clara parte com a bola, para cima do zagueiro Guigui. Crédito: ASCOM/Sampaio

Emoção até o final

Após um primeiro tempo de muito estudo tático, onde os dois times estudaram as invertidas rivais, os gols ficaram para etapa complementar. Nos primeiros 45 minutos, o Mundão golpeou, mas não finalizou com sucesso, ainda acertou uma bola na trave, com Luã. O Gas iniciou mais fechado e saiu aos poucos conforme os contra-ataques.

No segundo tempo, a arbitragem de vídeo e o árbitro Anderson Daronco assinaram dois pênaltis para o Gas. O primeiro deles aos 17 minutos, quando Zizao cruzou e a bola resvalou em Emerson; Kiki cobrou e abriu o placar: 1 a 0.

Aos 29, Quinha carregou bola pela direita e chutou cruzado, a zaga rebateu e Carlinhos entrou no segundo tempo e chutou do início da grande área, para dentro da rede: 1 a 1.

Aos 39, a defesa do São Raimundo afastou a bola para o lado, no vacilo, Kiki ganhou no mano a mano e tocou para Léo Salgado, que apenas empurrou para o fundo da rede: 2 a 1.

Valente e brigador, o Alviceleste foi para o tudo ou nada e três minutos depois, em jogada de escanteio, Luã cobrou escanteio e Paulo Meneses atrasou de cabeça na primeira trave e João Paulo veio de trás e empurrou para o gol: 2 a 2.

O gol do título do Sampaio ocorreu em um pênalti marcado aos 47 minutos do segundo tempo. Bola na área do São Raimundo, Kiki de trás para o gol arrisca uma meia-bicicleta e a bola explode em Guigui, Daronco aponta que bateu no peito e o VAR chama Daronco para revisão, que assinala pênalti, com bola batida na mão. Léo Salgado bateu e converteu, pintou Roraima de Dourado e Grená: 3 a 2.

Maior público da história do novo Canarinho, ingressos esgotados e todos assentos preenchidos. Crédito: ASCOM/Sampaio

Próximo jogos

O São Raimundo vira a chave para Série D do Campeonato Brasileiro, e mede forças contra o Manaus, neste domingo (16), às 16h, no estádio Ismael Benígno – a Colina, na capital Manaus.

Por João Paulo Oliveira