PADF

Em parceria com Microsoft, migrantes e refugiados recebem curso de informática

Mais de 70 pessoas foram beneficiadas no estado de Roraima com o curso.

Atividades fomentam a inclusão digital e possibilitam inclusão no mercado de trabalho, aponta PADF. Foto: Divulgação/PADF
Atividades fomentam a inclusão digital e possibilitam inclusão no mercado de trabalho, aponta PADF. Foto: Divulgação/PADF
Publicidade
Publicidade

A Fundação Pan-Americana para o Desenvolvimento, por meio do programa Integrando Horizontes (PADF), em colaboração do Centro Poeta, Casa dos sete, The Trust for the Américas e Microsoft realizaram, simultaneamente, um curso de habilidades digitais e ferramentas de informática para migrantes e refugiados venezuelanos. 

A capacitação teve como objetivo ajudar no desenvolvimento local de migrantes e refugiados venezuelanos no Brasil. Mais de 70 pessoas foram beneficiadas no estado de Roraima com este curso, nesse sentido o programa Integrando Horizontes cria um Hemisfério de oportunidades para todas as pessoas.

Em Boa Vista a Operação Acolhida apoio o curso com duas salas equipadas no Centro de Coordenação de Interiorização (CCI) para realização do curso os dois dias.

De acordo com o PADF, estas atividades realizadas melhoram a integração social e fomentam uma inclusão digital positiva que possibilitam a inclusão socioeconômica dos participantes ao mercado de trabalho. Nesse sentido ajudamos no fortalecimento das suas habilidades de comunicação e fortalecemos a integração social do migrante e refugiado no Brasil.

O curso foi realizado quinta-feira (27) e sexta-feira (28) de Julho, teve uma duração de 4 horas on-line e 4 horas de exercícios práticos, mais de 200 pessoas participaram do curso simultaneamente.  

Publicidade