Benefício

Veja o calendário do abono do PIS/Pasep 2024 proposto pelo governo federal

Trabalhadores que recebem até dois salários mínimos têm direito ao benefício

Benefício foi concedido aos servidores da Educação (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)
Benefício foi concedido aos servidores da Educação (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)
Publicidade
Publicidade

O calendário de pagamento do abono salarial do PIS/Pasep já foi definido pelo governo federal e agora aguarda a aprovação das datas pelo Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador). O conselho deve se reunir em 13 de dezembro para votar as datas de pagamento e discutir uma pauta extensa ligada aos trabalhadores.

Segundo a minuta à qual o jornal Folha de S.Paulo teve acesso, o pagamento do abono de 2024, que tem como base o trabalho exercido em 2022, deve começar em 15 de fevereiro. A data final proposta para o trabalhador retirar o dinheiro é 27 de dezembro.

Os últimos dois calendários propostos pelo governo foram aprovados por unanimidade pelo conselho, que tem representantes de trabalhadores, de empregadores e do governo.

Calendário de pagamento do PIS

Nascidos emRecebem a partir deData final de pagamento
Janeiro15/02/202427/12/2024
Fevereiro15/03/202427/12/2024
Março15/04/202427/12/2024
Abril15/04/202427/12/2024
Maio15/05/202427/12/2024
Junho15/05/202427/12/2024
Julho17/06/202427/12/2024
Agosto17/06/202427/12/2024
Setembro15/07/202427/12/2024
Outubro15/07/202427/12/2024
Novembro15/08/202427/12/2024
Dezembro15/08/202427/12/2024

Calendário de Pagamento do Pasep

Final da inscriçãoRecebem a partir deData final de pagamento
015/02/202427/12/2024
115/03/202427/12/2024
215/04/202427/12/2024
315/04/202427/12/2024
415/05/202427/12/2024
515/05/202427/12/2024
617/06/202427/12/2024
717/06/202427/12/2024
815/07/202427/12/2024
915/08/202427/12/2024

Para trabalhadores da iniciativa privada que recebem o PIS (Programa de Integração Social), o pagamento do abono leva em consideração o mês do aniversário. O dinheiro é liberado automaticamente para quem é cliente da Caixa Econômica Federal.

O pagamento do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), devido a profissionais de órgãos públicos que se encaixam nas regras do programa, é liberado no Banco do Brasil —para esses casos o dinheiro é pago conforme o número final de inscrição. O governo propõe que servidores com inscrição final zero recebam a partir de 15 de fevereiro, assim sucessivamente até chegar ao final 9, pago em dezembro.

Segundo a resolução a ser votada no Codefat, a consulta para saber se vai receber os valores deve ser feita a partir de 5 de fevereiro no aplicativo Carteira de Trabalho Digital ou no portal Gov.br.

O cálculo do abono considera 1/12 do salário mínimo vigente na data do pagamento, multiplicado pelo número de meses trabalhados no ano correspondente, com arredondamento para cima, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência.

Se o beneficiário trabalhou o ano todo de 2022, receberá um salário mínimo de abono. Será considerado o valor do salário mínimo vigente em 2023, que ainda não foi oficializado pelo governo. Frações de 15 dias, ou mais, são consideradas como 30 dias.

Quem tem direito ao abono salarial

O abono do PIS que será pago pela Caixa em 2024 é destinado a profissionais que trabalharam com carteira assinada em 2022. O do Pasep, pago pelo Banco do Brasil, é devido a servidores federais, estaduais e municipais que se encaixam nas regras do programa e também usa como referência o trabalho exercido em 2022. Para ter direito ao abono de até um salário mínimo é preciso:

  • Estar cadastrado no programa PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter trabalhado formalmente no mínimo 30 dias no ano de 2022;
  • Ter recebido, no ano de referência (2022), média mensal de até dois salários mínimos;
  • O empregador precisa ter informado corretamente os dados do funcionário na Rais (Relatório Anual de Informações Sociais) do ano-base]
Publicidade