SERASA

Roraima registra criação de 698 novas empresas

Especificamente, mais de 280 mil dessas novas empresas foram abertas por Microempreendedores Individuais (MEIs)

Dados são do Serasa Experian (Foto: Raisa Carvalho)
Dados são do Serasa Experian (Foto: Raisa Carvalho)

O estado de Roraima celebrou a abertura de 698 novas empresas em fevereiro de 2024, conforme o Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian. O número reflete um cenário positivo de crescimento econômico na região Norte do Brasil, que contabilizou um total de 16.827 novas empresas durante o mesmo período.

No âmbito nacional, fevereiro testemunhou a criação de 357.718 novos negócios, destacando uma forte tendência de empreendedorismo no país. A maior parte dos novos CNPJs foi registrada no setor de Serviços, representando 73,4% do total. A modalidade de Microempreendedor Individual (MEI) foi a escolha predominante entre os novos empresários, correspondendo a 72,7% das empresas abertas.

Serasa

Especificamente, mais de 280 mil dessas novas empresas foram abertas por Microempreendedores Individuais (MEIs) apenas em janeiro deste ano. Os motivos para a abertura de novas empresas são variados, incluindo a necessidade de capital de giro, fluxo de caixa, realização de investimentos ou melhorias, além da concretização de novos negócios.

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, os dados refletem um ambiente econômico favorável no Brasil. “A taxa de desemprego vem apresentando uma tendência de queda, o que sugere um mercado de trabalho mais robusto e confiante. Este cenário, combinado com um ambiente de negócios dinâmico e políticas governamentais de apoio ao empreendedorismo, tem incentivado a abertura de novas empresas”, analisa Rabi. Ele também destaca a importância da transformação digital, que tem facilitado o início de atividades empresariais com menor necessidade de capital inicial e reduzidas barreiras de entrada.

Empreendedorismo

Para garantir a saúde financeira e o crescimento sustentável das novas empresas, Rabi reforça a importância do acesso a recursos adequados, orientação assertiva e infraestrutura suficiente. Estes fatores são cruciais para evitar o risco de insolvência e promover o desenvolvimento contínuo dos negócios.

A criação de novas empresas em Roraima e no restante do Brasil demonstra uma tendência positiva na economia, impulsionada por uma combinação de melhorias no mercado de trabalho, apoio governamental e avanços tecnológicos. Este cenário promete fortalecer ainda mais o empreendedorismo no país, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social das diversas regiões.