CARICOM

Lula aponta falta de voos e vias terrestres como entrave na integração entre Brasil e países do Caribe

Pavimentação de Lethem-Lindem também foi discutida e bancos teria mostrado interesse em financiar a obra

Segundo o presidente, há o desejo de pavimentar o caminho até o Caribe. (Foto: Ricardo Stuckert / PR)
Segundo o presidente, há o desejo de pavimentar o caminho até o Caribe. (Foto: Ricardo Stuckert / PR)

O presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva apontou que a falta de voos e vias terrestres é uma das entraves na integração entre o Brasil e os países do Caribe. O destaque do presidente aconteceu nessa quarta-feira (28), após o fim da da 46ª Cúpula de Chefes de Governo da Comunidade do Caribe (Caricom).

Lula falou sobre a importância de ampliar a cooperação e a integração entre o Brasil e os países da região, especialmente em termos de transporte e logística. Segundo ele, há o desejo de pavimentar o caminho até o Caribe.

“Ouvi da primeira-ministra Mia Mottley que Barbados tem 27 voos semanais para o Reino Unido e para os Estados Unidos e nenhum para o Brasil. Portanto, o nosso maior obstáculo é a falta de conexões, seja por terra, por mar e pelo ar. […] Queremos, literalmente, pavimentar nosso caminho para o Caribe. Abriremos corredores capazes de suprir as demandas de abastecimento e fortalecer a segurança alimentar da região […] Ocorre que bens e serviços não circulam onde não há vias abertas. Belém, Boa Vista e Manaus estão mais próximas do Caribe do que de outras grandes cidades brasileiras”

explicou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Para tratar desses assuntos, vários ministros ligados à área de infraestrutura viajaram na delegação nacional para a Guiana: Renan Filho (Transportes), Sílvio Costa Filho (Portos e Aeroportos), Waldez Góes (Integração e Desenvolvimento Regional) e Simone Tebet (Planejamento e Orçamento).

Pavimentação Lethem-Linden

A deputada federal Helena Lima (MDB) foi única representante parlamentar de Roraima no Caricom e também alinhou propostas sobre a pavimentação de Lethem-Linden. Conforme Helena, há possibilidade da pavimentação ocorrer ainda este ano.

+ Conclusão da pavimentação Lethem-Linden deve ser tratada no Caricom

“O Brasil vai ajudar a Guiana fornecendo bancos que vão fomentar um financiamento para que façam a estrada. Os bancos também já estão interessados a financiar essa obra o mais rápido possível para ligar Linden ao Bonfim, no Brasil e funcionar de vez essa estrada nossa que há tempos é prometida. Inclusive, isso é prioridade dentro do PAC”, disse a parlamentar.