🌽 OLHA O MILHO! É MENTIRA!

Tradicional na festa junina, falta de milho preocupa comerciantes

Vendedores relataram as dificuldades de uma safra que não foi programada para celebrar o São João nos primeiros dias de junho

Milho é a comida tradicional do São João. (Foto: Wenderson Cabral/FolhaBV)
Milho é a comida tradicional do São João. (Foto: Wenderson Cabral/FolhaBV)

Da pamonha ao curau, o milho é a essência que dá vida e cor à festa junina e nenhum São João está completo sem o milho. Mas, em Boa Vista, os primeiros dias de festa serão marcados pela dificuldade de encontrar o famoso cereal.

Segundo comerciantes, o estado registra uma falta de milho para ser vendido no Boa Vista Junina deste ano, que inicia neste sábado (1º). Isso porque a tradicional festa da capital não costuma ser celebrada na primeira quinzena de junho.

“No ano passado tinha muito, nesse já não tem. Só tem porque um produtor que tem sistema de irrigação. Mas muito não estavam preparados, porque anteriormente a festa junina começava no dia 15 ou 20 de junho. Agora começou no primeiro [dia] e eles ficaram sem milho para vender”, disse a comerciante da Feira do Produtor, Jenny Pereira.

Jenny Pereira vende milho há sete anos na Feira do Produtor. (Foto: Wenderson Cabral/FolhaBV)

A previsão, segundo Jenny e outros vendedores de milho, é de que a partir do dia 15 de junho haja mais milho, devido o tempo de produção. Porém, uma segunda causa apontada e que dificultou a produção meses antes, foi a estiagem severa de fevereiro, março e abril de 2024. “Diminuiu porque na temporada desse ano teve muito fogo e ninguém plantou porque estava muito quente, não dava para plantar”, relatou outro vendedor, que não quis se identificar.

E como fica quem faz uma renda extra no arraial?

Milho cozido é um dos mais procurados por quem aproveita o São João. (Foto: Wenderson Cabral/FolhaBV)

As festas juninas também são uma oportunidade de renda extra para muita gente. Quem utiliza o milho para vender em pamonha, mugunzá, cozido e até assado está preocupado com essa dificuldade de achar as sacas do cereal.

“A venda de milho é um extra para quem trabalha no arraial e o prefeito nunca tinha feito o arraial nessa data. Agora a gente vai trabalhar com o que tem”, explicou Tassia Miquiles.

Feijão verde também está em falta

Feijão verde é utilizado para fazer baião de dois. (Foto: Wenderson Cabral/FolhaBV)

O feijão verde também é um alimento típico das festas juninas que está em falta em Boa Vista. Utilizado para o baião de dois, o litro do vegetal pode ser encontrado acima de R$ 30 em alguns mercados da capital devido a baixa produção, afetada pela seca. Alguns comerciantes ainda encontram o quilo do feijão verde a R$ 9 diretamente dos produtores.