CORPO DE BOMBEIROS

Equipes do 'Verão Seguro' iniciam atividade em nove municípios de Roraima

Cerca de 57 militares foram enviados para a operação de combate à queimadas no estado

Além do combate aos focos, militares realizarão a conscientização e prevenção das queimadas. (Foto: Willian Santos)
Além do combate aos focos, militares realizarão a conscientização e prevenção das queimadas. (Foto: Willian Santos)

Ao menos 57 militares do Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CBMRR) foram enviados para iniciarem a Operação Verão Seguro nos interiores do estado nessa quarta-feira (1º). Os brigadistas concluíram as etapas de preparação e agora seguem para realizar as atividades de combate à queimadas nos municípios de Alto Alegre, Amajari, Cantá, Caracaraí, Iracema, Mucajaí, Pacaraima, Rorainópolis e São João da Baliza.

A Operação Verão Seguro iniciou em agosto deste ano com a prevenção aos focos de queimadas. No entanto, segundo o comandante-Geral do Corpo de Bombeiros e coordenador Estadual de Defesa Civil, coronel Anderson Matos, com a antecipação da estiagem e a alteração climática na região Norte, as ações começaram a ser aplicadas em setembro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



“Tivemos a terceira reunião do gabinete integrado e estamos na fase de resposta da nossa operação. iniciamos com a preparação, com a mitigação, e, além da fase de resposta, estamos também na fase preventiva”, informa o comandante-Geral. “Iniciamos o lançamento das nossas equipes operacionais em campo que estarão, nesse primeiro momento, em nove municípios fazendo todo o trabalho de combate a incêndio”, completa.

Conscientização

Além da ação em caso de incêndio, as equipes de brigadistas enviadas aos municípios realizarão o trabalho de conscientização e prevenção das queimadas. De acordo com Matos, Amajari já apresentou alguns focos e apesar da queimada pelo calor, o coronel reforça que a população deve contribuir evitando queimar lixo, por exemplo.

Início da Operação no interior do estado ocorreu nesta quarta-feira e reuniu os militares que compõem as equipes para os 9 municípios. (Foto: divulgação)

“O incêndio ele tem que ter um agente iniciador da combustão e o que acontece, em 99% dos casos em Roraima, é que uma pessoa inicia o incêndio. Então, o que a gente pede é que haja consciência e que não faça sua queimada. Porque, caso seja uma queimada sem controle, pode queimar aquilo que não deveria queimar e o agricultor acaba tendo prejuízo e seus vizinhos também”, enfatiza Anderson.

O comandante-Geral ainda garantiu que o calendário para queimadas controladas será divulgado em breve. “O Corpo de Bombeiros está a disposição com seus militares, brigadistas e com a Defesa Civil para auxiliar as pessoas a fazerem isso da forma correta pra que não haja prejuízos”, finaliza.