AMAZÔNIA +10

Edital para Expedições Científicas na Amazônia Legal é lançado para pesquisadores de Roraima

Interessados podem acessar o edital nas páginas eletrônicas da Fundação de Amparo a Pesquisa de Roraima (Faperr), CNPq e Confap 

Programa Amazônia +10 vai pesquisar partes desconhecidas da Amazônia Legal (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)
Programa Amazônia +10 vai pesquisar partes desconhecidas da Amazônia Legal (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)
Publicidade
Publicidade

Com o interesse de expandir os conhecimentos científicos de áreas desconhecidas da Amazônia, o programa Amazônia +10, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Roraima (Faperr), lançou nesta quinta-feira, 23, o edital para expedições científicas na Amazônia Legal. O projeto destina R$59,2 milhões para pesquisadores que tenham projetos voltados para a região. 

Os projetos a serem escritos precisam ser voltados ao estudo de biomas, minérios e outros assuntos sobre áreas pouco conhecidas relacionadas à maior floresta tropical do mundo. O prazo para a submissão das propostas vai até 29 de abril de 2024.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Segundo o representante da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo, João Arthur, o programa busca projetos multidisciplinares voltados para a Amazônia.

A gente está buscando projetos que busquem conhecer mais a sociobiodiversidade. Além de que é importante que cada projeto tenha pelo menos um pesquisador que seja indígena, quilombola ou de comunidades tradicionais”, enfatizou João Arthur.

Segundo o presidente da Faperr, Pedro Cerino, o objetivo do programa também é aproximar a sociedade da realidade desconhecida na Amazônia.

“O principal desafio é o desconhecimento da realidade na Amazônia Legal, então o objetivo desse programa é fazer acontecer a pesquisa para que a gente tenha noção da realidade local e regional para ações práticas”, afirmou o presidente.

Neste edital, 19 Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa aderiram à chamada, sendo elas dos nove Estados da Amazônia Legal (Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Pará, Maranhão, Amapá, Tocantins e Mato Grosso), além das FAPs do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Goiás, Pernambuco, Alagoas, Paraíba, Paraná, São Paulo e Distrito Federal.

O que você está achando da nova FOLHA BV?

Publicidade