PESQUISA CNT DE RODOVIAS

BR-174, em Roraima, aparece em 23º em ranking com 54 rodovias do Norte

Avaliação sobre o lado amazonense da rodovia federal é pior. Estudo é da Confederação Nacional do Transporte

São 30 km do trecho norte da BR-174 em completa buraqueira e lama (Foto: D. Assunção)
São 30 km do trecho norte da BR-174 em completa buraqueira e lama (Foto: D. Assunção)
Publicidade
Publicidade

O trecho roraimense da rodovia federal BR-174, a principal do Estado, aparece na 23ª colocação entre as 54 vias da região Norte analisadas pela Pesquisa CNT de Rodovias de 2023. Das quatro rodovias de Roraima, ela está na terceira colocação.

LEIA MAIS

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



O levantamento divulgado pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), que avaliou 730 quilômetros da via, de Pacaraima a Rorainópolis, considerou a rodovia como “regular”. Na classificação nacional, a BR-174 aparece na 327ª posição.

Por outro lado, o lado amazonense da rodovia de responsabilidade do governo federal, no trecho entre as cidades de Presidente Figueiredo e Borba, ocupa a 49ª colocação na região e a 511ª entre as 520 avaliadas no País.

Portanto, a via é a sexta pior do Norte e a décima pior do Brasil. Segundo a CNT, o trecho é considerado “péssimo”.

Pior rodovia de Roraima

Avaliada como ruim, a pior rodovia de Roraima, a BR-210, ocupa a 33ª posição no Norte e a 411ª no Brasil. A CNT avaliou 230 dos 411 quilômetros de extensão da via federal que liga Caracaraí a Caroebe.

Confira o ranking das rodovias do Estado

RodoviaPosiçãoCondiçãoQuilômetros pesquisados
BR-4012ª no Norte (30ª no País)Boa124
BR-43213ª no Norte (201ª no País)Regular213
BR-17423ª no Norte (327ª no País)Regular730
BR-21033ª no Norte (411ª no País)Ruim230
Publicidade