Por Folha Web
Em 11/02/2019

BOA NOTÍCIA

O leitor identificado como Manuel comentou a notícia ‘Apicultores retomam atividades com estoque de 40 toneladas’: “Excelente notícia! Enfim, uma boa notícia. Poderíamos produzir leite também, entre outros produtos, mas os incentivos fiscais não existem e o Estado termina onerando excessivamente quem produz. O Estado poderia reduzir os impostos fiscais para que viabilizasse a produção, emprego e renda, principalmente agora que pretende reduzir cargos e secretarias. Ah, o laticínio único que temos, salvo engano, é em Caracaraí”.

DESCASO

Sobre a notícia ‘Bairros estão com fornecimento de água comprometido’, o leitor identificado como Paulo Pereira de Carvalho comentou: “No bairro Alvorada tem mais de três meses que está com problema. Atualmente, temos que deixar baldes para encher à noite, se quisermos ter água”.

VERSÕES

Na reportagem ‘Militares venezuelanos reforçam presença na fronteira’, o leitor Francisco comentou: “Esse deputado venezuelano está mais mentiroso que alguns de nossos deputados. Esse bloqueio foi organizado por pessoas civis, moradores de Santa Elena, que querem que Maduro libere a entrada da ajuda humanitária. Os militares não revistaram nenhum carro, pelo contrário, estavam lá porque os venezuelanos estavam querendo se exaltar. Os guardas foram compreensíveis com a nossa situação. Eu estava lá e vi tudo. Qualquer coisa que falem o contrário disso que escrevi é a mais pura mentira, eu estava lá e não tinha nenhum militar fazendo nada, só tentando liberar a passagem das pessoas”.

BURACO

Por e-mail, um leitor que preferiu não se identificar denunciou: “Todos os dias, trafego pela Avenida Ataíde Teive. Há uns cinco dias que passo e tem um bueiro estourado alagando a rua e, consequentemente, criou mais um buraco na via. O tráfego em horário de pico já é complicado. Isso está prejudicando nossa mobilidade”.

Folha Web
fale@folhabv.com.br
Leitor assíduo disse: Em 11/02/2019 às 09:48:42

"Sobre o comentário do leitor de que no Estado de Roraima não existe benefícios fiscais, faz-se necessário fazer uma ressalva. A Lei Tributária estadual concede, sim, vários benefícios fiscais na âmbito da agricultura e agronegócios, vejamos alguns: isenção do ICMS nas saídas de hortifrutículas, ovos, produtos nativos de origem vegetal, polpas de frutas (regionais), insumos agropecuários, pescados (regionais) produzidos em cativeiros, etc, além da isenção aos produtores rurais cadastrados nos termos da Lei 215/98. "

Últimas de
Espaço do Leitor
+ Ler mais artigos de Espaço do Leitor