ZONA RURAL 🌱

Setor da agricultura familiar de Boa Vista recebe novos equipamentos agrícolas

Os equipamentos serão operados pela Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (Smaai) e compartilhados com os agricultores de acordo com a necessidade deles

Cerca de R$5,3 milhões foram investidos nos maquinários (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)
Cerca de R$5,3 milhões foram investidos nos maquinários (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

A fim de atender os agricultores de Boa Vista, 12 equipamentos agrícolas foram entregues a produtores indígenas e não indígenas. A cerimônia de entrega aconteceu nesta sexta-feira (3), no Centro de Difusão Tecnológica (CDT), localizado no Bom Intento.

Foram entregues duas colheitadeiras Yanmar de 5 linhas, três tratores New Holland T6, três grades aradoras, duas grades niveladoras e dois distribuidores de fertilizantes. Os equipamentos serão operados pela equipe técnica da Secretaria Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas (Smaai) e compartilhados com os agricultores de acordo com a necessidade deles.

Em relação ao investimento realizado para obter o conjunto de máquinas, o prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique, informou que foram destinados cerca de R$5,3 milhões. O recurso foi adquirido por meio de convênio federal e recurso da prefeitura.

Prefeito de Boa Vista, Arthur Henrique (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

“Os equipamentos vão ser utilizados junto com os outros que já temos para conseguirmos alcançar, neste período de plantio, as cinco frentes de trabalho que definimos para este ano. Vamos ter maquinários, equipes técnicas e insumos sendo distribuidos em cinco locais diferentes simultaneamente”, comentou Arthur.

Antônio Lourenço de Sousa, presidente da Associação dos Trabalhadores e Agricultores do Assentamento Passarão (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

Conforme Antônio Lourenço de Sousa, presidente da Associação dos Trabalhadores e Agricultores do Assentamento Passarão, os maquinários disponibilizadas serão utilizados para preparar o solo e ajudá-lo a receber a semente.

“Para plantar tem que destocar, aradar, calcariar e plantar, então esses equipamentos ajudam nisso. O encanteirador vai ajudar as pessoas que querem plantar batata e mandioca, que vão fazer um canteiro. Assim fica mais viável para plantar embaixo do solo, porque a gente precisa de uma terra preparada”, disse.

Secretário Municipal de Agricultura e Assuntos Indígenas, Guilherme Carneiro (Foto: Nilzete Franco/FolhaBV)

O secretário da Smaai, Guilherme Carneiro, explicou que, para terem acesso às maquinas, as cooperativas ou os produtores individuais devem realizar a solicitação do plantio na secretaria. Reforçou ainda que os equipamentos podem auxiliar nos procedimentos: abertura de área, incorporação do calcário, aplicação do fósforo, plantio e colheita.

“As máquinas vão começar a trabalhar no mutirão do plantio. Os que aderiram ao PMDA [Plano Municipal de Desenvolvimento do Agronegócio] e pegaram os insumos, já estão cadastrados. Então, nas regiões do Bom Intento, PA Nova Amazônia, Passarão, já sabemos até quem precisa do serviço e eles foram informados o dia em que vão receber as máquinas”, explicou.