TRAGÉDIA NO TRÂNSITO
Primos venezuelanos são atropelados enquanto pedalavam e morrem
Gostei (7) Não gostei (23)
Motorista não teria visto os homens nem sentido o impacto e fugiu do local do acidente sem prestar socorro
Por João Barros
Em 17/11/2017 às 00:40
Jesus Alberto Suarez Brito morreu no local do acidente; enquanto que Jesus Natividad Suarez Hidalgo morreu no HGR horas depois (Foto: Hione Nunes)

Um grave acidente registrado no início da manhã de ontem, dia 16, matou dois homens de origem venezuelana. Um deles chegou a ser removido em estado grave ao Hospital Geral de Roraima (HGR), mas não resistiu aos ferimentos. O caso ocorreu na Avenida Venezuela, bairro Pricumã, zona Oeste de Boa Vista, no perímetro urbano da BR-174. As vítimas foram identificadas como Jesus Alberto Suarez Brito, 33 anos, e Jesus Natividad Suarez Hidalgo, também de 33 anos. Os dois eram primos.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista de uma carreta que vinha pelo viaduto sentido a rotatória da Praça Simón Bolívar atropelou as vítimas que estavam em uma bicicleta no mesmo sentido.

Conforme a PRF, o motorista não teria visto os homens e nem sentido o impacto e fugiu do local do acidente. A primeira vítima, Jesus Alberto, morreu na hora após ser jogado a vários metros de distância do ponto da colisão. Já o primo, Jesus Natividad, ficou ferido e inconsciente, por isso foi levado às pressas por socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Pronto Socorro Francisco Elesbão, no HGR, no entanto por conta do politraumatismo sofrido morreu horas depois.

Os dois corpos foram levados para o Instituto de Medicina Legal (IML), onde peritos do Instituto de Identificação realizaram os exames antes de os legistas fazerem a necropsia. Após os procedimentos, os corpos foram liberados aos familiares. Até o fim da tarde de ontem, o motorista ainda não tinha sido detido para prestar esclarecimentos sobre os fatos. O caso deverá ser investigado pela Delegacia de Acidentes de Trânsito (DAT) da Polícia Civil. (J.B)

RIPA NA XULIPA disse: Em 17/11/2017 às 12:38:50

"os venezuelanos tem uma mania feia de atravessar as ruas, desde criança aprendemos que devemos parar na beira da rua, olhar para ambos os lados e se não vier carros atravessar... já eles não! atravessam e não estão nem aí, os carros que desviem ou parem, acho que deve ser da cultura do país deles, só pode!"

Khetrin Sellen disse: Em 22/11/2017 às 00:49:39

"Eh bem vdd que eles andam de bicicleta como donos da rua, outro dia um entrou na preferencial duma vez e se tacou no meu carro, ainda veio pra cima de mim com o amigo, para me bater, me mandando parar nas esquinas, sendo que tinha uma placa de PARE de onde ele vinha. A polícia chegou e fez o quê? Nada! Pois estão ilegais aqui e a maioria nem documentos tem. Agora eu fiquei no prejuízo com meu para-choque quebrado e vários ralados no capô, paralamas e na porta do motorista. "

Henrique Sérgio Nobre disse: Em 17/11/2017 às 08:39:38

"Cadeia nesse imbecil que dirigia a carreta. É muita irresponsabilidade no trânsito, simplesmente o cara acha que estando numa carreta não tem que se preocupar com os demais usuários do trânsito, muita irresponsabilidade mesmo, ainda foge e vai embora como se nada estivesse acontecido, tem que dirigir carroça."