Por Opinião
Em 18/07/2018

Diga não ao suicídio - Dolane Patricia*

Ler... De todas as experiências, ainda é a mais fascinante! No entanto, gostaria de escrever hoje, algo que vai além do poder das palavras. 

O ser humano é como uma caneta ambulante que pode escrever sua própria história, história essa, onde cada vez que você ajuda alguém, você marca um gol contra no campo de egoísmo que existe em cada um, pois, “nenhuma história humana é escrita sem a presença de uma ou duas mãos amigas que se estendem em nossa direção.”

O egoísmo humano muitas vezes faz com que nossos olhos sejam fechados para as necessidades dos outros. E nesse sentido, um assunto que tem sido muito comentado atualmente e inquietado o coração de muitos, é o suicídio! 
A revista Veja online noticiou ano passado que Chris Cornell, vocalista do Soundgarden se matou e que Chester Bennington, do Linkin Park, tirou a própria vida da mesma maneira, por enforcamento, e no dia do aniversário do amigo, em cujo funeral Bennington cantou Hallelujah, o clássico de Leonard Cohen.

Trago aqui uma visão mais otimista da vida! Vamos refletir juntos nas palavras que ouvimos primeiramente de Deus quando Ele se expressa através do salmista Davi, uma das mais belas frases de consolo: “Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal nenhum.” E continua em outro momento: “Mil cairão ao seu lado, e dez mil a tua direita, mas tu não serás atingido!”

Já li que “ninguém pode brilhar no palco do mundo se não brilhar no palco da sua inteligência.” É uma frase do escritor Augusto Cury, que também traz outras brilhantes colocações sobre a importância de sermos autores de nossa própria história.

Em alguns momentos da vida, deixamos de enxergar o nosso objetivo e deixamos ser controlados por nossas emoções, traumas, e decepções. No entanto, o cérebro humano, que é uma espécie de conjunto de neurônios, na verdade é o que compõe a nossa mente, muitas vezes chamada simbolicamente de “coração”, como se fosse lá que brotassem todos os sentimentos, mas é apenas um órgão do corpo que pode ser controlado, por nós, por Deus... 

Não é no coração que residem os sentimentos, se assim fosse, num transplante de coração seria transportada também toda sua memória. Tudo está na mente, mente esta, que é alimentada pelo que se ouve, se vê, se come, bebe, ou “cheira”, por isso é muito importante cultivar bons hábitos!

No que tange ao suicídio, os números assustam. Segundo o jornal Folha de Boa Vista, números apontam o Brasil em oitavo lugar em suicídio no mundo e Roraima está em segundo lugar no ranking brasileiro de morte por suicídio, atrás apenas do Rio Grande do Sul. O perfil das vítimas, na maioria dos casos, trata-se de jovens de 15 a 30 anos do sexo masculino. 

O jornal ainda aponta a depressão como a principal doença que induz a vítima a tirar a própria vida. A propósito, o suicídio é um problema que precisa ser discutido sem tabus. É preciso acabar com essa ideologia de que depressão é frescura. Na verdade é uma doença que precisa ser tratada com profissional, ajuda da família e uma busca mais árdua da presença de Deus.

Em muitos momentos da vida, alguns problemas nos afligem de tal forma, que achamos não ser possível prosseguir. Muitas pessoas se escondem dentro de um quarto escuro, lamentando sua própria existência. Isso se torna mais intenso quando o quarto escuro é o seu próprio mundo, onde se esconde os sentimentos mais profundos.

Você é o autor da sua história e ela pode ser reescrita. Assim, precisamos sair da plateia, onde muitas vezes contemplamos a suposta felicidade dos outros e esquecemos de viver nossa própria história no espetáculo da vida.

Lembre-se: Os dias são como folhas que caem da árvore da vida, podendo ser bonitas, podendo ser feias, dependendo sempre de cada um de nós. Porque colhemos o que plantamos.

Não podemos continuar na plateia e nos esconder do palco da existência! O suicídio aparentemente acaba com a dor, mas causa cicatrizes enormes, que talvez nunca serão fechadas, no coração daqueles que nos amam.

O líder do Linkin Park tinha 41 anos de idade, era casado e pai de seis filhos.

O psiquiatra e escritor Augusto Cury certa vez escreveu as seguintes palavras: “Jamais desista das pessoas que ama. Jamais desista de ser feliz. Lute sempre pelos seus sonhos. Seja profundamente apaixonado pela vida. Pois a vida é um espetáculo imperdível. E Apesar dos nossos defeitos, precisamos enxergar que somos pérolas únicas no teatro da vida eprecisamos entender que não existem pessoas de sucesso ou pessoas fracassadas. O que existe são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou desistem deles.” (sic)

Quando você sentir vontade de desistir, levante a cabeça, lute!  E grite bem alto: “Construí amigos, enfrentei derrotas, venci obstáculos, bati na porta da vida e disse-lhe: não tenho medo de vivê-la!".

*Advogada, Juíza Arbitral, Mestre em Desenvolvimento Regional da Amazônia pela UFRR. Pós Graduada em Direito Processual Civil Acesse: dolanepatricia.com.br WhatsApp: 9111-3740. 


“A vida é uma peça de teatro” - Afonso Rodrigues de Oliveira*

“A alegria é o fogo que mantém aceso o nosso objetivo, e acesa a nossa inteligência”. (Helen Keller)

Você conhece a história da Helen Keller? Ela foi um exemplo, que nos transmite com alegria, neste ensinamento. Não há como ser feliz sem ser alegre, nem alegre sem ser feliz. Então vamos viver a felicidade e ser alegre. A alegria me trouxe a este assunto, ontem pela manhã. Fui até a redação da Folha para um papo com alguém. Cumprimentando o Ribamar, rimos como sempre rimos quando nos cumprimentamos. E não vá ficar pensando que este papo é balela. É sempre um encontro que gera felicidade. Procure sempre a felicidade onde você estiver. E ela está sempre em você.

O Bob Marley disse que: “A vida é para quem topa qualquer parada, e não para quem para em qualquer topada”. Não permita que os maus momentos do seu dia a dia lhe tragam maus momentos. Sorria, cante, dance e viva a vida como ela deve ser vivida. Se você pensa que eu tenho o hábito de ficar citando frases alheias, corte essa. Esses caras nos trazem ensinamentos e felicidade. Não permita que a tristeza tome conta de você, seja qual for o motivo, ou momento. Você é dono do seu destino. 

Procure ver apenas as coisas boas à sua volta. Mesmo que seja uma simples flor silvestre. Mesmo as ruas mal tratadas podem lhe trazer um momento de alegria com uma pequena flor silvestre sobre a calçada quebrada. A calçada danificada não lhe interessa, mas a flor sim. Mas mais importante é que você esteja atento à beleza na simplicidade. Esteja sempre alerta para a felicidade que está sempre à sua volta. Não perca seu tempo catando erva daninha. E até mesmo ela pode lhe trazer alguma coisa benéfica na beleza natural. Vá refletindo sobre isso e os maus momentos irão se afastando de você. Mas você tem que acreditar nisso, acreditando em você mesmo; na sua capacidade de ser feliz.

Valorize-se no que você é. Sua felicidade não está no que você tem, mas no que você é. “Ninguém, além de você mesmo, tem o poder de fazer você se sentir feliz ou infeliz, se você não estiver a fim”. Então esteja sempre a fim de ser feliz. É na felicidade que abolimos a tristeza. O Goethe também nos deixou um recado que nos leva à racionalidade. Que é quando acreditamos que somos imortais: “A alma humana é como a água: ela vem do céu e volta para o céu, e depois retorna à Terra, num eterno ir e vir”. E todas as vezes que voltamos iniciamos a nova vida com os conhecimentos que adquirimos e construímos na vida passada. E só a felicidade nos traz conhecimentos e evolução. Evolua para ser feliz e seja feliz para evoluir. Pense nisso. 

*Articulista
afonso_rr@hotmail.com
99121-1460

Opinião
jesse@folhabv.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!