EM OBRAS
Venda no setor de construção civil cresce com a chegada do final de ano
Mesmo com o constante aumento dos preços, empresários apontam crescimento nas vendas de 15% a 50%
Por Erik Mota
Em 23/12/2017 às 01:31
Arquiteta recomenda que reformas sejam feitas por etapas (Foto: Hione Nunes)

Com a aproximação do final de ano é comum ver muita gente realizando reformas em seus lares, seja para ampliação de cômodos ou para celebrar as festividades de forma mais aconchegante. Com isso, aumenta o movimento nas lojas de materiais de construção.

A equipe de reportagem da Folha percorreu algumas lojas do segmento de construção civil em diferentes pontos da Capital para mostrar se houve queda ou crescimento nas vendas em relação ao ano anterior.

Na região central da cidade, conforme explicou um gerente que optou por não ser identificado, o crescimento este ano em comparação ao mesmo período do ano passado foi um tanto quanto tímido, chegando ao percentual de 15%. “Nos meses próximos ao fim do ano, as vendas sempre aumentam, mas este ano ainda não alcançamos a meta que esperávamos”, afirmou.

Em uma loja da zona oeste, a microempresária Silvana Menezes contou que as vendas do seu estabelecimento subiram 50% em relação ao ano anterior. “Mesmo com o constante aumento de vários itens, a procura aumentou significativamente”, disse. Apesar do aumento nas vendas, a margem de lucro desses produtos muitas vezes é bem baixa, segundo a empresária.

Um dos itens que mais teve acréscimos ao longo do ano foi o cimento, sendo um dos mais procurados e que é peça fundamental em determinadas construções. “Só este ano foram mais de três aumentos. O cliente quando volta aqui se assusta com a diferença, mas sempre acaba levando”, relatou.

Assim como a empresária Silvana, gerentes e empresários de outros bairros da cidade também relataram o aumento no preço de itens como areia, brita, barro, entre outros produtos, de forma a intimidar o cliente na hora da compra. “São diferenças que são passadas constantemente e acabam sendo repassadas ao cliente no final”, disse um dos gerentes.

Arquiteta dá dicas para uma boa reforma

Para ajudar a planejar a tão sonhada reforma de fim de ano, a arquiteta Cristina Dotto deu algumas dicas. “Seja uma construção ou uma reforma é sempre fundamental o planejamento”, frisou a arquiteta.

É importante estar atento aos prazos e às prioridades, já que com a chegada do fim do ano tem-se pouco tempo para concluir a reforma. “O ideal é que as reformas de fim de ano sejam feitas por etapas, sendo um cômodo por vez, até para não ocasionar transtornos”, explicou.

ORÇAMENTO – “Realizar o orçamento é essencial, além disso, é muito importante procurar um profissional da área de construção ou design de interior que tenha noção do que será feito, até como forma de planejamento”, reforçou. “Escolher profissionais com boas referências no mercado, visitando obras que ele tenha feito para ter noção e até visualizar aquilo que fez, como acabamento, se cumpriu o prazo e se o preço é bom”, acrescentou.

MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO – “Aconselho que seja feito o levantamento de todo material para não haver perdas ou a falta”, afirmou. Outro fator fundamental é escolher produtos de qualidade. “A qualidade dá mais durabilidade. Não pode necessariamente ser caro, existem muitas promoções que possibilitam a compra de diversos produtos muito bons, além disso, ajuda no orçamento”, finalizou.

Confira a tabela de preços por região de Boa Vista:

***
Gostou?
4
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!