FUTSAL
Tiradentes/Escolinha Fla é campeão invicto do Roraimense de Futsal da categoria Sub-8
No jogo decisivo, realizado na noite de quinta-feira no Ginásio Hélio Campos, o Tiradentes venceu o Colorado da Consolata por 4 a 3 e levantou a taça de campeão 2017 da categoria
Por Ribamar Rocha
Em 23/12/2017 às 00:15
Garotada Sub-8 do Tiradentes foi campeã invicta (Foto: Divulgação)

O título do IX Campeonato Roraimense de Futsal da categoria Sub-8 ficou com a garotada do Tiradentes/Escolinha Fla depois de vencer o Baré em dois jogos da melhor de três da final do certame promovido pela Federação Roraimense de Futsal (FRFS). No jogo decisivo, realizado na noite de quinta-feira no Ginásio Hélio Campos, o Tiradentes venceu o Colorado da Consolata por 4 a 3 e levantou a taça de campeão 2017 da categoria. No jogo anterior os ‘Inconfidentes’ já haviam vencido o Baré por 8 a 2 e precisava apenas de um empate para ser campeão no segundo jogo. 

No confronto dessa quinta-feira o jogo foi mais equilibrado, embora o Tiradentes tenha mostrado sua superioridade técnica, que o levou a final com 100% de aproveitamento, chegou a abrir 3 a 0. O primeiro gol foi logo aos 2m19s com Arthur. Depois João ampliou para 2 a 0 aos 2m54s e Davi fez 3 a 0 aos 5 minutos. Só a partir daí foi que o Baré acordou no jogo e iniciou uma reação com o artilheiro João Vitor marcando três gols em sequência, aos 6m21s, 10m59s e aos 17m57s. Um minuto depois João freou o ímpeto barelista e marcou o gol da vitória do Tiradentes.

Além do título, o Tiradentes/Escolinha Fla sobrou na competição com oito vitórias em oito jogos disputados. Foi detentor da maior goleada do certame ao vencer o Extremo Norte por 12 a 1. O atleta Davi (Tiradentes/Escolinha Fla), foi autor do maior número de gols numa partida, com cinco gols marcados.

É do Tiradentes o melhor goleiro: César Henrique, assim como o ataque mais positivo com 62 gols marcados (média 6,88 por jogo) e a defesa menos vazada com 15 gols (média de 1,66 por jogo). Para fechar com chave de ouro, Davi foi eleito o atleta revelação.

O título de artilheiro da competição ficou com João Vitor, com 21 gols, do Baré (média de 2,33 gols por jogo), seguido por Davi (Tiradentes/Escolinha Fla) com 17 gols, Arthurzinho (Tiradentes/Escolinha Fla) com 15, João (Tiradentes/Escolinha Fla) com 13, Arthur (Tiradentes/Escolinha Fla) com 12 e Murilo (Constelação/Estácio) com 11 gols.

O ataque menos eficiente foi do Extremo Norte, com 6 gols (média 0,85), que também teve a defesa mais vazada com 37 gols sofridos (média 6,17 por jogo).

Ao todo, segundo dados fornecidos pelo Departamento Técnico da FRFS, foram marcados 164 gols nos 25 jogos disputados, o que dá uma média de 6,56 gols por jogo.

EQUIPES – O Tiradentes/Escolinha Fla joogu e venceu com César Henrique, Arthur, Arthurzinho, Davi e João, além de Carlos, Gabriel, João Victor, Khaendro, Leandro, Miguel Luiz e Paulo. Técnico: Mário Moura.

O Baré formou com Marcel, Felipe, João Vitor, Luiz Miguel e Murilo, além de Arthur, Ásafe e Davi. Técnico: Claudiney Soares.

A arbitragem foi de Manoel Messias Oliveira Filho e Adailton da Silva Almeida. Atuaram como mesários: Shirley Melquiades Santana da Costa (anotadora) e Fábio Talamás de Azevedo (cronometrista).

***
Gostou?
0
3
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!