STEM TECHCAMP BRASIL 2018
Roraima terá representante em evento da Embaixada dos EUA
Por Minervaldo Lopes
Em 05/02/2018 às 01:40
O professor Ezequias Souza Queiroz vai representar Roraima em ação realizada pela Embaixada dos EUA no Brasil (Foto: Arquivo Pessoal)

Em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológicos (LSI-TEC), Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) e Grupo +Unidos, a Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, promove este mês o Encontro STEM TechCamp Brasil 2018. 

Voltada para profissionais da rede pública de ensino, a ação faz parte do programa STEM TechCamp Brasil, objetivando estabelecer uma rede de gestores educacionais e professores formadores para fortalecer ações em ciências, tecnologia, engenharias e matemática no ambiente escolar. Entre os docentes selecionados para participar da ação está Ezequias Souza Queiroz, da Escola Estadual Geraldo da Silva Pinto, do Município de Alto Alegre, região centro-oeste do estado.

À Folha, Ezequias contou que ficou surpreso com a confirmação de que um de seus três projetos fora selecionado pelo programa. “Quando a embaixada lançou o edital, a direção encorajou todos os professores a participarem do evento. Eu acabei encaminhando três projetos. Um sobre a utilização de bomba hidráulica ecológica, outro sobre defensivos naturais e um último relacionado à energia solar. Para mim, foi uma surpresa terem me selecionado, já que a concorrência é para todo o país e a gente compete com unidades da capital. Nunca pensei que uma escola do interior seria selecionada”, comentou.

No edital publicado no fim do ano passado, foram destinadas 27 vagas para gestores escolares e professores, sendo uma para cada estado. Houve ainda a destinação de seis vagas para professores de ensino médio de Institutos Federais. Nesse caso, nenhum roraimense foi selecionado.

Segundo o professor, as atividades estão previstas para acontecer no período de 19 a 23 deste mês, no campus da USP, em São Paulo. “Alguns projetos desenvolvidos por nossa escola receberam premiações, mas apenas em nível local. Essa é a primeira vez que participaremos de algo mais abrangente, o que para nós é um orgulho”, comemorou.

De acordo com a Embaixada dos Estados Unidos, a 1ª STEM TechCamp Brasil 2018 terá a duração de 12 meses, possibilitando aos inscritos uma série de atividades para integração dos participantes, com certificação ao final da edição.

Conforme a embaixada, a comissão fará a seleção da delegação brasileira que participará da Intel International Science and Engineering (INTEL ISEF 2018), que esse ano será no período de 13 a 18 de maio, na cidade de Pittsburgh, no estado americano da Pennsylvania.

“Sem dúvida é uma ótima oportunidade para compartilhar experiências com outros gestores e professores. Além disso, Roraima tem projetos que precisam ser conhecidos. Quem sabe a seleção da nossa escola leve outras unidades a também desenvolverem ações inovadoras e as inscrevam em iniciativas como essa”, pontuou. (M.L)

***
Gostou?
2
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!