PACARAIMA
Polícia Federal faz busca e apreensão em prefeitura e escritórios de contabilidade
Por Folha Web
Em 22/11/2017 às 01:18

A Polícia Federal realizou ontem, 21, diligência na sede da Prefeitura de Pacaraima, em escritórios de contabilidade e na casa do ex-prefeito do município, Altemir da Silva, para averiguar possíveis irregularidades nas contas públicas do município.

As principais acusações apontam licitações em desacordo com a legislação normativa e aplicação ilegal de recursos federais. O caso teria a ver com processos licitatórios de 2012 envolvendo compra de medicamentos e manutenção predial e limpeza pública.

Durante a ação foram recolhidos, para análise, processos referentes à aquisição de consumo, medicamentos, alimentos, pneus e materiais de limpeza. Alguns dos documentos que constavam nos mandados de busca e apreensão não foram encontrados.

Caso seja comprovado o crime, os suspeitos poderão responder por frustração e fraude em processo licitatório, crime tributário e pela não prestação de contas. Se condenados, os réus podem cumprir pena que vai de dois a seis anos, mais multa.

Sobre a investigação, a Prefeitura de Pacaraima confirmou a ida da Polícia Federal ao local e informou que a atual gestão auxiliou no que foi possível o trabalho da equipe da Polícia Federal.

OUTRO LADO – A Folha tentou entrar em contato com o ex-prefeito Altemir da Silva para que se pronunciasse sobre o caso, mas as ligações não foram atendidas. Em 2016, o ex-prefeito do município, Altemir da Silva (PSDB) foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por deixar de prestar contas da aplicação de recursos de um convênio e por suspeita de fraude em processo licitatório.

***
Gostou?
14
2
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!