HOMENAGENS
Personalidades são homenageadas pela FJERR
Por Folha Web
Em 12/06/2017 às 00:19
Desembargador Almiro Padilha, jornalista Ribamar Rocha (Folha de Boa Vista) e doutor Haroldo Campos (Faculdades Cathedral) (Foto: Nalmir Queiroz)

Os atletas e diretores da Federação de Jiu-jitsu do Estado de Roraima (FJERR) deram uma pausa no final da manhã de ontem durante o Campeonato Roraimense de Jiu-jitsu, evento realizado neste sábado e domingo no ginásio Hélio Campos, para homenagear personalidades que contribuem para o crescimento e desenvolvimento da modalidade no Estado.

Foram homenageados o doutor Haroldo Campos, presidente da Faculdade Cathedral; o Desembargador Almiro Padilha, empresários Roberto Bonfim (FarnaVita) e Vitor Perin (Lojas Perin); jornalista Ribamar Rocha, Editor de Esporte da Folha de Boa Vista, e os mestres de jiu-jitsu Pascoal Duarte, Silvio Caldas, Marcelo Caresto, Cristiano Carioca, Elvys Damasceno e José Augusto Gato.

“Foi a forma que encontramos para demonstrar nosso carinho e respeito por estas pessoas que sempre nos apoiaram, incentivaram e patrocinaram”, disse o presidente da FJERR, professor Edmar dos Santos.

O professor Pascoal Duarte, um homenageados, disse estar muito feliz com a nova fase em que se encontra o jiu-jitsu de Roraima.

“É muito gratificante ver uma competição como esta, com mais de 1300 atletas competindo, com o ginásio lotado e tudo muito bem organizado e ser homenageado é a coroação de tudo isso que já fizemos pelo jiu-jitsu”, disse o precursor do esporte e Roraima, iniciado por ele 1996.

DISPUTAS - No sábado aconteceram os combates nas categorias de crianças e adolescentes, de 3 a 17 anos. No domingo foi a vez dos confrontos entre adultos e absoluto.

Segundo informou o professor Daniel Trindade (Academia Trinity), devido ao grande número de inscritos, que bateu recorde com 1.318 inscrições, até as 18h de ontem os organizadores ainda computavam a classificação geral dos atletas por categorias e faixas. O resultado dos combates entre os melhores atletas serão divulgados na edição de amanhã.

SOCIAL – O evento teve seu lado social e filantrópico e para adentrar ao ginásio foi cobrado um quilo de alimento não perecível, exceto sal, ou três reais. O montante arrecadado será destinado para as academias que tem projetos sociais e para as pessoas que moram no lixão de Boa Vista.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!