POLÍTICA
Partido comunista lança indígenas como pré-candidatos
Candidatos são os professores indígenas Misaque Antone, ao governo, e Telma Taurepang, no senado
Por Folha Web
Em 30/01/2018 às 20:00
Telma Taurepang, no senado, e Misaque Antone, ao governo (Foto: Divulgação)

O Partido Comunista Brasileiro (PCB) realiza nesta quarta-feira, 31, às 9h30, no hall do Uiramutam Hotel, o lançamento das pré-candidaturas dos professores indígenas Misaque Antone, ao governo, e Telma Taurepang, no senador por Roraima.

Evento conta com a participação do Secretário Geral do PCB, Edmilson Costa que se encontra no Estado cumprindo uma agenda partidária desde a semana passada.

Segundo o Secretário Político do PCB em Roraima, jornalista e professor Paulo Thadeu Franco das Neves, o partido desde o ano passado vem construindo uma aliança com o movimento estudantil, jovens trabalhadores, sem tetos, sindical, indígena e cultural.

“Somos segmentos que diariamente estamos envolvidos nas ações e nas lutas dessa sociedade. A população roraimense está cansada das oligarquias políticas que se reversam no poder. O governo dos partidos que estão no poder, massacram e retiram diariamente os nossos direitos. Temos que nos unir e dar uma resposta imediata sejam nas ruas, nos movimentos e até mesmo participando do processo eleitoral”, frisou.

Ele destacou ainda o fato histórico de que pela primeira vez na história de Roraima, a possibilidade do Estado ter um governador indígena.

“Apresentando os nomes dos pré-candidatos do PCB aos cargos de governador e senadora. Os professores Misaque e Telma são do movimento indígena. Teremos ainda representantes aos outros cargos a deputado estadual e federal dos demais segmentos que compõe esse projeto que não é apenas eleitoral, mas faz parte de um programa de lutas que vai além das eleições. Vamos segui o calendário eleitoral para as decisões oficiais e continuar dialogando com as forças de esquerdas e demais movimentos”, disse Thadeu.

Frente de Esquerda Revolucionária - Segundo a direção do PCB, existe já um diálogo aberto com outros partidos de esquerda, como o PSOL e o PSTU, para a consolidação de uma Frente de Esquerda Revolucionária com vista às eleições 2018 e outras ações de unidade na luta nos movimentos sociais do Estado que vão além do processo eleitoral.

Misaque Antone - Natural da Comunidade Malacacheta, município do Cantá. Da etnia Wapichana. Professor, já atuou como coordenador Regional da Organização dos Professores Indígenas de Roraima (OPIRR).

Telma Taurepang - Natural da Comunidade da Mangueira, município do Amajari. Da etnia Taurepang. Professora, integrante do Conselho Indígena de Roraima (CIR), já exerceu a função de Tuxaua na sua comunidade. Faz parte da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB) e atua na Secretaria de Política de Mulheres da Coordenação Geral das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica – COICA. É atualmente é Coordenadora Geral da UMIAB (União das mulheres indígenas da Amazônia Brasileira).

***
Gostou?
3
3
Manuel disse: Em 01/02/2018 às 08:51:40

"Não bastasse os nosso palhaços... "

SANTOS disse: Em 31/01/2018 às 10:40:56

"- Gostaria de fazer uma perguntinha aos candidatos: Se eleitos, trabalharão para melhorar a situação do Estado e qualidade de vidados cidadãos roraimenses ou continuarão fazendo as estúpidas exigências que visam impedir o progresso local?"

Senty Nella da Silva disse: Em 30/01/2018 às 22:24:57

"Abrindo o olho muito bom ter seu próprio representante. Babaca! Babaca!"

Dierson Maciel disse: Em 30/01/2018 às 22:24:50

"Agora Vai! ao menos,que vai facilitar a construção do Linhão Manaus/Boa Vista!Se Tiradentes fosse vivo, morreria de desgosto"

Martins Silva disse: Em 30/01/2018 às 20:29:41

"E, lá vem mais demarcações de reservas indígenas..."

Castro disse: Em 30/01/2018 às 20:16:12

"Não façam isso meus queridos amigos esqueçam essa onda de comunismo vamos vencer pelo conhecimento um abraço"

francisco disse: Em 30/01/2018 às 20:05:27

"Resumindo.... mais um Lula é um Jea willys???"

Bruno Perez disse: Em 30/01/2018 às 20:05:21

"Telma, sou suspeito em falar de uma pessoa mais que especial, quem conhece sabe o quanto tempo vem lutando por causas, lutas, batalhas a favor dos nossos povos indígenas em Roraima. Vamos na luta minha irmã. "