PERÍODO DE CHUVA
Moradores de vicinal em Baliza temem ficar isolados
Por ser uma das vicinais mais utilizadas, um possível isolamento compromete o transporte das produções e o acesso a unidades de saúde
Por Ana Gabriela Gomes
Em 09/03/2018 às 01:20
Uma das pontes da rodovia está prestes a cair (Foto: Divulgação)

O período chuvoso em Roraima está chegando. Para alguns, esta é apenas uma época do ano, para outros, no entanto, a temporada é sinônimo de preocupação. É o caso dos moradores da Vicinal 28, localizada no Município de São João da Baliza, na região Sul do Estado, que temem ficar isolados. Por ser uma das vicinais mais utilizadas, um possível isolamento compromete o transporte das produções e o acesso a unidades de saúde.

Diferente da região Norte de Roraima, o inverno na região Sul causa maior preocupação aos moradores por conta das chuvas que vem do Amazonas. Há mais de três anos que a vicinal e as pontes não passam por revitalização. No entanto, há poucos meses, os moradores constataram a presença de maquinários na Vicinal 29 e decidiram falar com o prefeito.

Ao questionar o uso das máquinas para a revitalização da Vicinal 28, eles foram informados de que não havia verba suficiente. “Já estamos com vontade de ir embora, porque não temos nada. O prefeito, que deveria nos representar, mal nos ouve. Nós já andamos várias vezes à pé em outros anos, por conta de isolamento. Todo ano é a mesma coisa e ninguém faz nada pra mudar. Sai prefeito, entra prefeito e as coisas só pioram.”, afirmou uma moradora.

O produtor e morador da vicinal, Adenilson Brandt, já sofreu um acidente em uma das pontes. “Tava com o caminhão cheio de banana e quando fui passar a ponte quebrou. Esses dias, passei pelo mesmo local e ela tá quase caindo de novo. Já que a prefeitura recebe dinheiro e não faz nada, queremos que pelo menos a governadora olhe pra gente e nos ajude a resolver esse problema”, finalizou.

OUTRO LADO - A equipe de reportagem tentou entrar em contato com o prefeito de São João da Baliza, mas até o fechamento desta matéria, às 18h, não obteve retorno.

O Governo de Roraima informou que a Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinf) deve se posicionar sobre o caso hoje, 9. (A.G.G)

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!