MAFIR
Matadouro reabre área de abate suíno
Matadouro público estava fechado após recomendações feitas pelo Ministério da Agricultura
Por Folha Web
Em 02/03/2018 às 16:00
O abate de suínos será retomado após a implantação do Plano Estratégico de Recuperação Comercial da Companhia (Foto: Divulgação)

O abate de pequenos animais no Mafir (Matadouro Frigorífico de Roraima) está sendo retomado. Os veterinários da Aderr (Agência de Defesa Agropecuária de Roraima), acompanhados por diretores da Codesaima (Companhia de Desenvolvimento de Roraima), avaliaram a estrutura físico do Matadouro para abate de pequenos animais.

O abate de suínos será retomado após a implantação do Plano Estratégico de Recuperação Comercial da Companhia, apresentado na semana passada. Num segundo momento terá início o abate de ovinos e caprinos.

O Matadouro tem capacidade de abate de 250 suínos por dia e estima trabalhar em capacidade máxima já no segundo semestre. “O principal objetivo da Codesaima é oferecer à população roraimense, proteína animal de qualidade, certificada, garantindo à sociedade produtos de excelência”, disse Denylson de Oliveira, veterinário responsável técnico do Mafir.

O MAFIR será o único frigorífico habilitado ao abate destes animais, proporcionando aos criadores de suínos, condições legais para abastecer 100% do mercado local. Os abates seguirão normas sanitárias da legislação e as carcaças receberão o SIE (Selo de Inspeção Estadual), emitido pela Aderr.

“O credenciamento do Mafir para o abate de suínos será um marco para a economia de Roraima. Nesta quarta, dia 7, será realizado o primeiro abate experimental”, declarou Deyvison Fernandes, presidente da Codesaima.

REUNIÃO COMERCIAL – Nesta quinta-feira, 1º, a equipe de direção da Codesaima esteve reunida com representantes da Aderr e criadores de suínos do Estado, para tratar da apresentação dos procedimentos para o abate de suínos.

Foi realizada uma palestra com orientações quanto ao cadastro das propriedades rurais para emissão das GTAs (Guias de Transporte Animal) junto a Aderr.

“Realizamos adequações estruturais no Mafir para cumprir as exigências necessárias para o recebimento do SIE. A Codesaima espera contribuir ainda mais na economia do Estado. A ampliação de novos mercados irá gerar emprego e renda para a população de Roraima”, relatou Deyvison Fernandes.

Rudson Rodrigues Costa, suinocultor do município de Mucajaí, afirmou que a reunião foi bastante produtiva. “Eu não tinha onde abater meus suínos e fui obrigado a reduzir minha produção em mais de 50%. Com a ampliação dos serviços do Mafir, irei resolver este problema. O que me mostraram aqui me deu certeza de que vou poder voltar a produzir mais”, concluiu.

Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!