UFRR
Livro sobre trajetória política da mulher é lançado nesta terça
Lançamento que acontece a partir das 19h no auditório Alexandre Borges, na UFRR, é fruto de uma pesquisa sobre a participação das mulheres no âmbito da política
Por Folha Web
Em 15/12/2015 às 09:07
Evento acontece no auditório Alexandre Borges, na UFRR (Foto: Arquivo Folha)

O livro “Mulheres no poder: trajetórias na política a partir da luta das sufragistas”, das autoras Schuma Schumaher e Antonia Ceva será lançado nesta terça-feira, 15, a partir das 19h no auditório Alexandre Borges, no campus Paricarana, da Universidade Federal de Roraima (UFRR).

O lançamento tem apoio do Núcleo de Mulheres de Roraima (Numur) e da UFRR, através da Pró-Reitoria de Assuntos de Assuntos Estudantis e Extensão, e a Rede de Desenvolvimento Humano (REDEH).

O livro é fruto de uma pesquisa que se iniciou no ano de 2009 sobre a participação das mulheres no âmbito da política. Segundo as autoras, buscaram “subsídios e materiais em acervos e instituições de todo o Brasil, recuperando memórias e histórias, muitas vezes esquecidas, da luta das mulheres do Brasil pela conquista do voto”.

OBJETIVO

O objetivo do livro é promover uma mudança de mentalidade arraigada na sociedade e na cultura brasileiras, valorizar e estimular uma maior representatividade das mulheres nos espaços de poder, superando preconceitos e atitudes discriminatórias.

Conforme a organização, os leitores encontrarão uma mistura de fotos, textos e contextos que emolduram trajetórias de mulheres que ocuparam e ocupam espaços de poder, tradicionalmente marcados pela hegemonia masculina.

O livro também é fruto de uma parceria entre a Rede de Desenvolvimento Humano, Fundação Banco do Brasil e Edições de Janeiro. Ele traz biografias de deputadas federais, senadoras, governadoras, prefeitas das capitais, ministras de Estado e do Judiciário.

De Roraima figuram os nomes de mulheres na política, como atual Senadora Ângela Portela (ex-deputada federal), Suely Campos (a ex-deputada federal), hoje governadora do Estado, Teresa Surita (a ex-deputada federal) atual prefeita de Boa Vista e Maria Helena Veronese, deputada federal em mais de uma legislatura.

SOBRE AS AUTORAS

Schuma Schumaher – Pedagoga, ativista feminista, escritora e integra o Movimento Feminista desde 1978. Atualmente é Coordenadora Executiva da Organização Não-Governamental Feminista Redeh – Rede de Desenvolvimento Humano; na qual é co-responsável pelos Projetos “Por uma educação não discriminatória”, “Mulher, 500 anos atrás dos panos” e pela Campanha “Quem Ama Abraça – pelo fim da violência contra as mulheres”. É co-autora do Dicionário Mulheres do Brasil, Abre-alas, Um Rio de Mulheres, Gogó de Emas e do livro Mulheres Negras do Brasil, este último recebeu o Prêmio Jabuti, ano 2008.

Em 2007, recebeu o prêmio de Mulher do Ano (Diploma Bertha Lutz) concedido pelo Senado Federal. Em 2005, foi uma das 52 brasileiras indicadas ao Prêmio Nobel da Paz.

Antonia Ceva – Pedagoga, com habilitação para Administração/Supervisão Escolar, Mestre em Educação Brasileira (2006) pela PUC-Rio e Doutora em Serviço Social pela mesma instituição (2013). Implantou um curso de capacitação de professr@s, na Escola CEPE de Miguel Pereira, com base na Lei 10.639 de 09/01/03, que obriga o ensino da História e da Cultura Afrobrasileira e Africana nas instituições oficiais de ensino.

Coordenadora de Pesquisa da REDEH, desde 2009, atuou nos seguintes projetos Mulheres Negras do Brasil – edição condensada (2011), Mulheres em Campo: driblando preconceitos (2014), Projeto Memória Lélia Gonzalez (2015) e Herdeiras das Sufragistas, que resultou na co-autoria do Mulheres no Poder – trajetórias na política a partir da luta das sufragistas do Brasil. É co-autora, também, do livro Outras mulheres: mulheres negras brasileiras ao final da primeira década do século XXI, publicado em 2012, pela Editora PUC-Rio.  

Com informações da UFRR

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!