BAIXO RIO BRANCO
Hospital de Santa Maria do Boiaçú será reformado
Prédio corre o risco de desabar
Por Folha Web
Em 06/11/2017 às 18:00
(Foto: Marcelo Rodrigues)

A governadora Suely Campos (PP) assinou, em Santa Maria do Boiaçú, a ordem de serviço para a reforma e ampliação do hospital Rosa Vieira, a única unidade de saúde em funcionamento em todo o Baixo Rio Branco.

O Encontro ocorreu na sexta-feira, 3, quando teve início a Caravana do Povo, ação que reúne, em um barco, médicos e profissionais de diversas áreas para fazer atendimento à população de todas as comunidades ribeirinhas, durante 15 dias. Nesta terça-feira, Suely Campos volta ao Baixo Rio Branco para acompanhar os atendimentos nas comunidades Caicubi e Cachoeirinha.

“A ordem de serviço é o documento que autoriza a empresa vencedora da licitação iniciar as obras. Como aqui é uma região de difícil acesso, os trabalhos devem iniciar em 15 dias”, anunciou Suely Campos, ao destacar que este é o sétimo hospital reformado na sua gestão.

O investimento na reforma é de R$ 1,1 milhão, oriundo de recursos próprios do tesouro estadual. Contempla sala de utilidades; posto de enfermagem; sala pré-parto; sala de parto; depósito de material de limpeza; enfermaria infantil; enfermaria feminina; enfermaria masculina; farmácia; consultório ginecológico; sala de emergência; consultório; recepção; sala da administração; consultório odontológico; laboratório; sala de espera; Raio-x; além de salas de vacina, sutura, nebulização; lavanderia; refeitório; cozinha; dispensa e conforto para médicos e enfermeiros.

“Faz mais de dez anos que esperávamos por essa reforma. Já faz muito tempo que uma parte do prédio está interditada, com uma escora de madeira para não desabar”, disse Maria da Silva, moradora da região.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Gregório Almeida, a previsão é que o serviço seja concluído em seis meses.

FEMARH – Outro prédio que passará por reforma em Santa Maria do Boiaçú é a antiga Casa do Produtor Rural. O imóvel foi doado para a Fundação do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Femarh), que vai reformá-lo para instalar na região um posto de monitoramento ambiental. A ordem de serviço para a reforma também foi assinada pela governadora Suely Campos.

Conforme o presidente da Femarh, Giberto Uemura, o posto vai reunir servidores de outras instituições do governo para fazer um amplo trabalho de monitoramento e fiscalização permanente na região, para coibir principalmente a ação predatória de pescadores do Amazonas.

Com informações da Secom-RR

***
Gostou?
2
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!