VENEZUELANOS
Governo anuncia novo abrigo para imigrantes
Anúncio foi feito durante reunião com a Comissão Pastoral para o Enfrentamento ao Tráfico Humano
Por Folha Web
Em 02/03/2018 às 19:00

“Somente no mês de Janeiro, 12 mil venezuelanos entraram no Brasil, pela fronteira com Roraima, de acordo com a Polícia Federal”.

A informação foi repassada pela governadora Suely Campos (PP) em uma reunião que durou cerca de duas horas, com representantes da Comissão Episcopal Pastoral Especial para o Enfrentamento ao Tráfico Humano, da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Formando por integrantes de diversas organizações sociais, a Comissão já visitou Pacaraima, na fronteira com a Venezuela, além de alguns pontos de aglomeração de venezuelanos em Boa Vista, como a Praça Simón Bolívar e as imediações da Feira do Passarão.

“Não podemos nos calar, tapar os ouvidos ou fechar os olhos. Temos consciência do que já foi feito pelo Poder Público aqui no Estado e também pelos voluntários. Nosso objetivo é melhorar a articulação das forças políticas para um resultado mais imediato no que diz respeito ao apoio dos imigrantes”, afirmou Dom Enemésio Lazzarris, bispo de Balsas, no Maranhão, e presidente da Comissão, criada em Outubro de 2016.

Suely Campos ressaltou as ações que o Governo do Estado vêm adotando desde o início da onda migratória e anunciou a instalação de mais um abrigo destinado aos venezuelanos em Boa Vista. “Com a proximidade do inverno em Roraima nossa preocupação aumenta, por isso determinei ao Corpo de Bombeiros a identificação e recuperação de um local para abrigar principalmente mulheres e crianças”, disse Suely.

De acordo com o coronel Doriedson Ribeiro, comandante geral do CBMRR (Corpo de Bombeiros Militar de Roraima), a Acnur [Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados] é quem deve gerenciar a entrada no novo abrigo. “Já estamos revitalizando o prédio, que fica por trás da Escola Estadual Maria das Dores Brasil, no bairro 13 de Setembro. Em breve poderemos abrigar essas famílias no local”, afirmou.

TRÁFICO HUMANO – A principal preocupação da Comissão da CNBB é o tráfico humano, seja para o trabalho escravo ou para a prostituição nas ruas da Capital. “Se investigarmos isso a fundo é quase certo de que vamos chegar a uma organização criminosa responsável pelo tráfico humano.

Mas para isso precisamos de um aporte do Governo Federal para auxiliar no trabalho de combate ao tráfico não só de pessoas, mas também de armas e drogas. É o que a governadora Suely Campos tem solicitado nas conversas com o presidente Michel Temer”, disse a delegada geral da PCRR (Polícia Civil de Roraima), Edinéia Chagas.

De acordo com Flávio Corsini, coordenador do Comitê de Enfrentamento ao Tráfico Humano, foi criado o Plano Estadual de Enfrentamento ao Tráfico Humano. “Várias instituições públicas e da sociedade civil participaram da elaboração de um plano e precisamos que ele seja aprovado para que tenhamos um instrumento legal para nortear as ações de enfrentamento”, declarou.

PREOCUPAÇÕES – Praticamente todos os presentes na reunião, pouco mais de 20 pessoas, puderam explanar sobre as principais preocupações quanto ao auxílio prestado para os venezuelanos em situação de risco em Boa Vista.

Entre os pontos apresentados, a instalação de banheiros químicos na Praça Simón Bolívar, o controle da segurança no abrigo Tancredo Neves e uma campanha de orientações sobre direitos de estrangeiros no Brasil.

“Algumas ações, principalmente em praças públicas, precisam ser tomadas pela Prefeitura de Boa Vista, responsável legal por esses locais. Estamos operando no nosso limite com que estamos fazendo há quase dois anos, desde que começou a crise migratória. Agora com a sinalização positiva do Governo Federal, principalmente após a criação do Gabinete Federal para gerenciar as ações voltadas aos venezuelanos, esperamos um apoio mais eficaz para diminuir o sofrimento dessas pessoas”, argumentou Suely Campos.

#secom-rr

Gilvan Resplandes disse: Em 03/03/2018 às 14:35:19

"Isso não for inibido a entrada desses venezuelanos em Roraima, aqui uns dias vai ter confronto entre os brasileiros e venezuelanos aqui no estado de Roraima, e o pior de tudo que o governo esta apoiado indiretamente esse suposto conflito. "

iracundo disse: Em 02/03/2018 às 21:30:46

"Temos no mais auto posto de autoridade duas mulheres, TEREZA e SUELY, senhoras gestoras tomem iniciativas para defender principalmente o cidadão Roraimense. Imponham restrições a entrada desses estrangeiros. Toda e qualquer ação que as sras tomarem em nossa defesa será lembrado por cada cidadão brasileiro/roraimense e como cidadão, tenho certeza que isso contara a favor das sras nas URNAS. Não precisamos de mais abrigos, isso só fomenta a vinda de mais venezuelanos para RR. Somos nós quem estamos sofrendo o dano pela negligencia do Presidente MADURO. Se criarem mais um abrigo, a violência em RR ficara fora de controle. PELO AMOR DE DEUS, NÃO CRIEM MAIS UM ABRIGO!!!!!!!! Não aguentamos mais!CHEEGEEA! Roraima é dos Roraimenses e não do Venezuelanos. "

Castro disse: Em 02/03/2018 às 20:51:31

"Agora lascou daqui uns dias vai ter confronto armado de brasileiros e a praga Venezuela por território Roraima com certeza vai ser engolida pela Venezuela por conta dessas ações alienadas da mídias e ONGs "