IGREJA CATÓLICA
Fiéis saem às ruas em procissão no dia da Padroeira de Boa Vista
Dia de Nossa Senhora da Imaculada Conceição também foi comemorado ontem
Por Folha Web
Em 09/12/2017 às 01:06
Devotos de Nossa Senhora da Conceição percorreram as ruas do bairro Buritis ontem à tarde (Foto: Nilzete Franco)

No dia da Padroeira de Boa Vista, Nossa Senhora do Carmo, e de Nossa Senhora da Conceição, comemorado ontem, 8, fiéis saíram às ruas da Capital em procissão para comemorar e agradecer às santas. Segundo organizadores, a estimativa de público nas concentrações foi de 1.500 pessoas.

A procissão em homenagem à Padroeira saiu da Igreja Matriz, situada na Rua Floriano Peixoto, no Centro Histórico de Boa Vista, e a de Conceição na Rua Raimundo Penafort, 446, no bairro Buritis, ambas percorrendo as ruas da cidade.

Este ano, foram comemorados os 110 anos de celebração de Nossa Senhora do Carmo em Boa Vista. “É uma celebração que acontece todos os anos com esse grande carinho das pessoas. É um evento que contextualiza a fé e devoção do povo”, frisou padre Paulo Mota, da Diocese de Roraima.

A fé, a crença e devoção levaram às ruas da Capital pessoas com muitas histórias de dádivas alcançadas. Uma delas foi de dona Maria Moraes, uma costureira de 75 anos, que se considera “viva” e revigorada. “Eu faço de tudo pra não perder uma missa, meu filho. Sempre agradeço a Deus e a santa pelas bênçãos alcançadas e sempre pedindo proteção, saúde e paz”, contou.

Com muita alegria, dona Maria contou à equipe da Folha que tem motivos de sobra para acompanhar a procissão todos os anos, mas desta vez o motivo era mais especial. “Dos meus doze filhos, um estava desempregado há oito meses e hoje eu estou aqui para agradecer a Deus e a santa porque faz uma semana que ele conseguiu emprego”, comemorou a costureira.

Alzenir Santana, uma aposentada de 62 anos, contou que foi para agradecer pelas graças que recebe todos os dias, sendo uma delas, o dom da vida. “Amanhã [hoje, 9] eu completo mais um ano de vida, tem coisa melhor que chegar a mais uma primavera com saúde e de bem com a vida. Por isso, eu estou aqui para agradecer e continuar clamando por esse dom que é viver”, disse. (E.M)

***
Gostou?
6
5
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!