PUBLICIDADE
CAMPEONATO RORAIMENSE
Clássico ‘Bareima’ abre o Estadual
Com jejum de títulos há mais de meia década, Baré e Roraima estreiam às 17 horas. A entrada no estádio da Vila Olímpica Roberto Marinho é gratuita
Por Lucas Luckezie
Em 01/04/2016 às 23:53
Técnico Philipi Angelini (esquerda), do Atlético Roraima; técnico Fábio Luiz (direita), do Baré (Foto: Lucas Luckezie)

Principal e mais antigo clássico do futebol local, o “Bareima” abre o Campeonato Roraimense de 2016. Com jejum de títulos há mais de meia década, Baré e Atlético Roraima estreiam neste sábado, 2, às 17h, no estádio da Vila Olímpica Roberto Marinho. A entrada é gratuita.

O Baré persegue o título desde 2010, quando foi a última que levantou o troféu da competição. Fabio Luiz comandava o time naquele ano e é, mais uma vez, a esperança para o fim do jejum no Estadual de 2016.

“A gente espera que (vençamos) esses quatro jogos (três da primeira fase e a semifinal), mais a final para que o Baré possa ser campeão e conseguir uma vaga na Série D, e depois se garanta para o segundo turno. É o que todos querem e vamos correr atrás para conseguir”, declarou Luiz.

O elenco deste ano é formado por 21 jogadores, mesclado entre nove atletas locais e 12 de fora do Estado. Uma das grandes apostas é o atacante baiano Washington. Destaque da última Série D do Campeonato Brasileiro, ao ser artilheiro do Náutico (RR) na competição, com cinco gols, o jogador de 24 anos espera ajudar o Baré a levar o título. “Se Deus quiser, vamos ser campeões”, disse.

ATLÉTICO RORAIMA - Será com 22 dos 23 jogadores contratados de fora do Estado que a equipe, maior campeã roraimense na era profissional, com oito títulos (sendo o último em 2009), vai estrear no Estadual deste ano.No grupo, apenas o goleiro Jordan “Touro” é cria do futebol local.

De fora, uma das apostas do time tricolor é o atacante Lucas Sodré. O jogador de 20 anos integrou o elenco do Botafogo (SP) na campanha do título da Série D de 2015, e, neste ano, o jogador atuou na Copa São Paulo de Juniores, onde sua equipe foi eliminada ainda na primeira fase.

Sobre a estreia contra o Baré, Sodré espera fazer um bom jogo. “Estou feliz de estar nos planos do técnico, estou trabalhando forte para recompensar isso dentro de campo, e vamos ver o que vai acontecer. Vou dar o meu melhor e pode esperar que, se Deus quiser, vou fazer muitos gols na temporada”, declarou.

O técnico do Roraima é o jovem Philipi Angelini, de 32 anos. Apesar da pouca idade para a função, Angelini já teve passagens em vários clubes, como Atlético Sorocaba (SP), Novo Hamburgo (RS), e um time da terceira divisão da Bélgica, o CSR. O treinador garantiu que a equipe, que treina desde 27 de fevereiro, está “focada” para estreia.

Para o jogo deste sábado, o Roraima pode entrar só com nove jogadores - este é o número de regulares no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Destes, só dois estão na escalação repassada à Folha: o meia Robson e o atacante Natan. Angelini terá sérios problemas para escalar o time.

FICHA TÉCNICA

BARÉ x ATLÉTICO RORAIMA

BARÉ - Jairo; Celsinho, Piru, Thiago Brandão e Tubarão; Juninho, Rian, Cacau e Neto; Washington e Thiago Paraná. Técnico: Fabio Luiz.

ATLÉTICO RORAIMA - Touro; Douglas, Caio, Sérgio, Matheus; Robson, Baiano e Dan; Lucas Sodré, William e Natan. Técnico: Philipi Angelini.

ÁRBITRO - Zacarias Santiago.

HORÁRIO - 17 horas.

LOCAL - Estádio da Vila Olímpica Roberto Marinho.

***
Gostou?
0
0
PUBLICIDADE
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!