ALTAMENTE CONTAGIOSA
Casos de Sarampo já atingem adultos brasileiros
Do total de casos suspeitos, 19 foram notificados em venezuelanos e 10 brasileiros; Alguns pacientes estão internados
Por Folha Web
Em 06/03/2018 às 00:55
A vacina é a única forma de prevenir a doença (Foto: Arquivo)

A Coordenadora da Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), Daniela Souza, apresentou os dados recentes da identificação de novos casos suspeitos de sarampo em Roraima, totalizando 29 notificações, sendo 25 em Boa Vista e quatro em Pacaraima.

Até o momento, existem seis casos confirmados pelo laboratório de referência nacional Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro, e as demais amostras já foram encaminhadas. Segundo Daniela, nove pacientes seguem internados em razão da situação da saúde pública, os quais seguem em isolamento viral. “Além da suspeita de estarem com a doença, está associado também à situação da desnutrição e acaba agravando os casos. Um destes caos foi atendido pelo hospital em Pacaraima e posteriormente pela unidade básica de saúde (UBS) no próprio município. A criança de origem indígena chegou muito desnutrida e com outras complicações de saúde, além da suspeita de sarampo”, informou.

Como estratégia de combate e prevenção de novos casos, a coordenadora destacou que, desde a descoberta destes casos, foi encaminhada uma equipe do Laboratório Central de Saúde Pública de Roraima (Lacen/RR) ao Município de Pacaraima para realizar um treinamento aos profissionais de saúde que residem na localidade e para orientar como reagir diante destes casos, detalhando os procedimentos a serem feitos, as coletas e instruções.

“Os técnicos do Ministério da Saúde já haviam feito uma visita ao município e ministrado um treinamento a esta equipe de saúde, com os procedimentos iniciais desde a identificação e notificação destes casos. Contatos diários estão sendo mantidos com a equipe de saúde, a qual está conduzindo da melhor maneira possível estes atendimentos”, detalhou.

Entre os casos suspeitos, a maioria é do sexo masculino, com 15 homens diagnosticados e 14 do sexo feminino, com faixa etária de quatro meses a 39 anos. Dezenove casos são procedentes da Venezuela e dez são brasileiros. Os pacientes apresentam um quadro de febre e manchas avermelhadas no corpo, acompanhados de tosse e/ou coriza e/ou conjuntivite.

Como medidas preventivas para o surgimento de novos casos, Daniela destacou que desde a quinta-feira passada várias ações estão sendo desenvolvidas, como a vacinação em todos os indígenas Warao que se encontram no abrigo montado no município, bem como de todos os profissionais que estão em campo na identificação de possíveis casos.

Já está em pleno funcionamento o posto de vacinação permanente na entrada da fronteira com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde da Pacaraima, Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde. “Ressaltamos que, desde o início do primeiro caso, está conosco uma equipe do Ministério da Saúde dando total apoio ao Estado e ao município. Nesta semana está prevista a visita de consultores internacionais para apoiar o Estado nesta ação de combate ao surto de sarampo”, disse.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO – Ainda como parte da estratégia de combate ao surto, será lançada esta semana a campanha de vacinação com duração de 30 dias em todo o Estado, por se tratar de uma doença grave e altamente contagiosa. Todas as salas de vacinas já estão atendendo a população que está descoberta e assim proteger a todos.

“Desde o início, já foram vacinadas mais de 2 mil pessoas devido aos 29 casos. O Estado solicitou 420 mil doses ao Ministério da Saúde, mas já estamos garantidos com 100 mil doses para o dia “D” no sábado, quando deve ocorrer a maior procura. O envio das demais doses já está sendo providenciado pela equipe do Programa Nacional de Imunizações (PNI) e serão encaminhadas do Rio de Janeiro a Roraima. Como não existe uma capacidade grande para o armazenamento destas doses, serão monitorados os estoques e quando necessário serão solicitados novos envios”, afirmou. (R.G)

Primeiro caso foi identificado em 19 de fevereiro

O primeiro caso foi confirmado no dia 19 de fevereiro, caracterizando um surto da doença, considerando que o Brasil possui um certificado de eliminação do sarampo. Os outros cinco casos foram confirmados na terça-feira da semana passada, 27 de fevereiro, pela Fiocruz.

No Brasil, os últimos casos de sarampo ocorreram entre os anos de 2013 a 2015, sendo confirmados 1.310 casos em todo País. Nesse período, o Estado de Roraima confirmou um caso de sarampo, importado do Estado de Ceará. Em setembro de 2016, a circulação do vírus do sarampo na Região das Américas havia sido declarada eliminada. (R.G)

Manuel disse: Em 08/03/2018 às 09:24:09

"Estão conseguindo... mais um pouquinho e vão acabar de vez do o pais."

Castro disse: Em 06/03/2018 às 07:51:11

"Tem que deportar essa praga Venezuela só leva doenças miséria e criminalidade ao Brasil deportação urgente obrigação de cuidar de veneca é do presidente maduro "