HIP-HOP
Batalha Rap destaca roraimense em competição Nacional
Desafio de MCs acontece em Belo Horizonte, dias 25 e 26 de novembro
Por Michel Sales
Em 16/10/2017 às 00:17
Kledson Campos, o ‘KDS MC’, representará Roraima em competição nacional

A cada final de mês, a Orla Taumanan, no Centro de Boa Vista (RR), concentra os amantes do estilo Hip-Hop e Street Dance em meio a Batalha de MCs, realizada pelo Coletivo Duclan, desafio que reúne nomes de peso do Estado e aquece a turma para as disputas nacionais.

Este ano, a Batalha Nacional de Rap acontecerá dias 25 e 26 de novembro, em Belo Horizonte (MG), onde o desafio reunirá os melhores de cada região. Roraima será representado por Kledson Campos, o ‘KDS MC’, que venceu as últimas seletivas.

“Literalmente, MCs são ‘Mestres de Cerimônias’ e a palavra se pronuncia ‘emeci’. Um MC pode ser um artista que atua no âmbito musical ou pode ser o apresentador de um determinado evento que não está necessariamente ligado a uma manifestação musical”, destacou Leonardo Almeida, o ‘Yest MC’.

O coletivo Duclan, representado pelos MCs Sonny, Bispo e Yest, vem resgatando a cultura Hip-Hop no Estado, reunindo um grande público a cada evento.

“A próxima edição da Batalha de MCs deve acontecer no final do mês. Dessa vez, o desafio será entre grupos de três MCs que deverão impor suas rimas com voz firme, versatilidade e letras inteligentes”, ressaltou Yest.

O MC destacou que a Batalha na Orla dá espaço para qualquer pessoa que curta o estilo e queira participar. “Você faz sua inscrição e manda seu recado, sua crítica. As premiações são em dinheiro. Muitos começam assim, tem que ter coragem e no final, todos se dão bem e se divertem de forma saudável. A cena Hip-Hop local também está forte, assim como o estilo em todo o país”, frisou.

As Batalhas Rap tem destaque local e nacional com a KM7, produtora que promove os Eventos de Rap em Roraima, lançando músicas e criando clipes para MCs. “Atualmente, a KM7 conta comigo e mais sete MCs: Giga, Bispo, LC, TK, KDS, Dion L, D'Menor. Há pouco tempo produzimos o Rap ‘Império do Norte’, que leva uma mensagem de protesto sobre corrupção e politicagem. A produtora também pretende relacionar o Rap a outros estilos. Estamos no facebook e lá o leitor pode saber sobre datas das Batalhas de MCs”, comentou.

CURIOSIDADES:

O movimento Hip-Hop surgiu em meados dos anos setenta, no subúrbio de Nova York, verdadeiros guetos que enfrentavam diversos tipos de problemas sociais como o racismo, tráfico de drogas, violência, pobreza, entre outros. Foi neste cenário conturbado que jovens, de origem negra, na sua maioria imigrantes do Caribe, passaram a ocupar as ruas como forma de lazer e protesto.

Após sua grande popularização, o movimento chegou ao Brasil no final dos anos oitenta. O RAP nacional foi eternizado na voz do grupo Racionais MCs, tornaram-se verdadeiros porta-vozes da periferia. O sucesso que o gênero atingiu nas camadas mais pobres do país fez o ritmo ser marginalizado e erroneamente ser relacionado ao uso de drogas.

Com toda essa conturbada história de resistência, jovens de todo o país que se intitulam como "Guerreiros do Rap" e se encontram semanalmente em suas cidades para participarem das famosas Batalhas Rap, onde se ‘digladiam’ em rimas improvisadas.

***
Gostou?
7
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!