FURTO
Bandidos invadem casa no Pintolândia e retiram as quatro rodas de automóvel
Proprietário avalia prejuízo em R$ 5 mil; O caso foi registrado no 5º Distrito Policial
Por João Barros
Em 31/01/2018 às 00:49
A vítima encontrou o veículo sem as quatro rodas na manhã de ontem (Foto: Dênes Viana/Arquivo Pessoal)

O servidor público Dênes Viana foi mais um alvo dos ladrões que agem durante a madrugada invadindo residências para furtar enquanto as vítimas dormem. O homem contou que mora na rua Nivaldo Conceição Gutierrez, antiga N-3, bairro Pintolândia, zona oeste da Capital, e por volta das 4h de ontem, dia 30, os criminosos entraram em seu quintal e furtaram as quatro rodas de seu veículo Honda/Civic. Ele fez um apelo para que populares denunciem a venda das rodas. 

“Cheguei em casa já era mais de uma da manhã, deixei o carro estacionado no mesmo lugar de sempre e fui dormir. Eu não ouvi nada. Para tirar a roda do Honda Civic, faz um barulho muito grande por causa da acoplagem dos sensores. É incrível como os sensores não dispararam. Eles tentaram arrastar o carro usando uma corda, mas não conseguiram levar”, explicou Dênes.

Como não obtiveram êxito na tentativa de guinchar o carro, os criminosos tiveram a audácia de tirar as rodas ainda no terreno da vítima. “Lá mesmo eles tiraram as rodas. Quando acordei que abri a porta para entrar no carro para ir à igreja, vi de longe a situação e quase caio para trás. O prejuízo foi de R$ 5 mil. Dá para identificar com facilidade porque os aros têm uma identificação do ‘H’ de Honda”, destacou o homem.

Assim que percebeu ter sofrido o furto, Viana disse ter entrado em contato com amigos policiais para auxiliarem nas buscas. “Comecei a divulgar as fotos e as informações sobre o furto. Um colega do Detran [Departamento Estadual de Trânsito] parou lá em casa e também vai comunicar os agentes de trânsito sobre o ocorrido”, ressaltou.

Apesar de não ter ouvido nada, Dênes relatou que o vizinho contou que os cachorros fizeram muitas marcas no muro, bem próximo ao portão da casa da vítima, como se estivessem percebido a movimentação estranha. “Os animais ficaram loucos. Tudo isso por volta das 4h da madrugada”, acrescentou o proprietário do veículo.

O servidor público disse que tem um venezuelano como suspeito, mas acredita que ele não tenha agido sozinho. “O suspeito é um venezuelano que já parou na minha casa duas vezes para pedir emprego, pedindo para limpar o terreno e ele fica escorado no portão, olhando para dentro da casa. Não sei se foi realmente ele, mas se foi, não fez tudo sozinho. É necessária mais de uma pessoa para tirar as rodas”, observou.

Dênes Viana fez um apelo para que a população denuncie a venda das rodas de seu veículo. “Meu pedido é que quem encontrar as rodas, não compre. É aro 16, superdifícil de ser encontrado no mercado. É o único veículo que tenho, preciso me locomover. Vim até a Delegacia para registrar o Boletim de Ocorrência (B.O). Sou servidor público da Setrabes [Secretaria Estadual do Trabalho e Bem-Estar Social]”, concluiu.

Quem for fazer a denúncia pode entrar em contato com a Polícia Militar pelo número 190. A identidade será mantida em absoluto sigilo. O caso foi registrado na manhã de ontem, dia 30, no 5º Distrito Policial. (J.B)

***
Gostou?
0
1
THIAGO CASTRO disse: Em 31/01/2018 às 10:40:38

"COM CERTEZA VENEZUELANOS ENVOLVIDOS"