JIU-JÍTSU
Atletas do Abrindo Caminhos estão entre os melhores do Jiu-Jítsu em 2017
Por Ribamar Rocha
Em 14/12/2017 às 00:09
Atletas do Abrindo Caminhos se destacam entre os melhores do ano (Fotos: SupCom ALERR)

O programa Abrindo Caminhos, da Assembleia Legislativa de Roraima, colhe frutos dos trabalhos desenvolvidos juntos às crianças e adolescentes que fazem parte do projeto. Sete atletas de jiu-jítsu estão entre os melhores do Estado em 2017, segundo a Federação de Jiu-Jítsu do Estado de Roraima (FEJERR), nas categorias Pré-mirim, Mirim, Infantil e Infanto-Juvenil. Uma festa, com data ainda a ser divulgada, está sendo organizada pela Federação para a entrega aos melhores atletas do ano da modalidade. 

A lista, composta por 480 atletas entre roraimenses, amazonenses e venezuelanos, que lutaram nas competições da Federação, é formada conforme o desempenho obtido por cada um em campeonatos realizados ao longo do ano. Os competidores do Abrindo Caminhos, com idade entre 7 a 14 anos, seis deles iniciaram na modalidade esportiva há poço mais de um ano, quando o programa foi implantado pelo Poder Legislativo.

O atleta Diego Assunção da Silva, de 14 anos começou graças ao incentivo de uma vizinha que deu a ele a opção de realizar uma atividade oposta ao horário das aulas. E assim fez. Contou que foi uma surpresa ao receber a notícia de que estaria entre os melhores atletas de Roraima.

“Foi uma surpresa, chegou do nada. Jiu-jítsu é uma arte em que qualquer um pode fazer, com base na ética e na técnica”, contou o adolescente.

Diante desse resultado de esforço e dedicação, ele disse que não pretende largar tão cedo o quimono. “Quero chegar mais adiante, trocar de faixa, conquistar muitas medalhas e troféus”, disse.

A adolescente Maria Luíza Araújo, de 13 anos, ficou em primeiro lugar na sua categoria faixa branca Infanto-Juvenil. No Abrindo Caminhos, em meio a outras atividades disponíveis como o balé, teatro, coral e ginástica rítmica, foi o jiu-jítsu que a levou a conquistar um espaço na vontade de aprender um esporte.

“Eu sempre via as pessoas lutando, achei interessante a forma de as pessoas se expressarem e eu gostei muito. Eu não sei explicar, só sei que estou muito feliz com essa conquista”, frisou, comentando que pretende continuar com esse esporte.

Para o professor de Jiu-Jítsu, Bruno Romão, essa conquista é o resultado do primeiro ano de trabalho do programa que tem mudado a vida de muitas crianças e adolescentes em Boa Vista. “Eles têm um treinamento bem intensivo. Prezo que eles aprendam bastante o básico, façam muitas repetições e se aperfeiçoem”, afirmou, ressaltando que espera mais resultados positivos para 2018.

Além da dedicação e esforço, o professor destacou a estrutura oferecida pela Assembleia, para os treinos com as crianças e adolescentes. “A estrutura contribuiu para o desenvolvimento dos atletas, pois é um ambiente com bastante espaço e eles treinam de quimono”, garantiu Romão, afirmando que é bastante satisfatório ver que o trabalho está dando certo.

Confira a lista dos atletas do programa Abrindo Caminhos com os melhores do ano de 2017, segundo a Federação de Jiu-jitsu do Estado de Roraima:

MASCULINO - Pré-Mirim faixa branca peso Médio: Scott Tayler da Silva, 6 anos; Mirim, branca Pesado: Luiz Antônio Carneiro, 7 anos; Infantil, branca Galo: Luis Renier Sousa, 10 anos; Infantil, branca Pesado: Luiz Alexandre Sousa, 10 anos; Infanto-Juvenil, Graduado Pesadíssimo: José Ferro Neto, 13 anos e branca Meio Pesado: Diego Assunção, 14 anos.

FEMININO – Infantil, branca Super Pesado: Karina Vitória, 11 anos; Infantil, branca Meio Pesado: Barbara Talmara, 12 anos; Infanto-Juvenil, branca Leve: Maria Luiza, 13 anos.

***
Gostou?
1
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!