FUTEBOL
Após ser goleado pelo Mundão, Pinho deixa comando do Náutico
Treinador esteve 15 dias no comando do clube e entregou o cargo ainda na noite de segunda-feira, logo depois da derrota da equipe para o São Raimundo por 4 a 0
Por Ribamar Rocha
Em 12/04/2017 às 00:11
Treinador Junior Pinho não deu detalhes sobre sua saída (Foto: Ribamar Rocha)

Não durou muito a passagem do treinador Junior Pinho no comando do Náutico. Foram exatos 15 dias entre sua contratação, depois que o treinador português Fernando Lage deixou o clube a uma semana da estreia do clube no Campeonato Estadual deste ano, e a sua renúncia entregue ao presidente do clube Androir Bassorici, ainda na noite de segunda-feira, logo depois da derrota da equipe para o São Raimundo por 4 a 0, em jogo válido pela semifinal do Primeiro Turno do Estadual 2017.

Neste intervalo de 15 dias foram três jogos, dois pelo Grupo A da primeira fase do Estadual com goleada de 4 a 1 em cima do Real e empate de 1 a 1 com o Baré. O outro jogo foi desta segunda-feira, quando foi goleada pelo São Raimundo por 4 a 0.

“Tão logo terminou o jogo entreguei o cargo ao presidente e agradeci pela oportunidade”, afirmou, em entrevista à Folha. “Infelizmente não conseguimos concretizar o planejamento que era chegar à final, mas deixo a equipe de cabeça erguida e fica aberta a oportunidade de outro treinador assumir e dar continuidade ao trabalho e tentar levar ao Náutico ao lugar de destaque no futebol roraimense”, afirmou.

Ao ser questionado quais os motivos que o levaram a tomar essa decisão, Junior Pinho, foi comedido nas palavras e se limitou a agradecer ao presidente pela confiança e desejar boa sorte ao clube.

“Tem o segundo turno inteiro para outro treinador trabalhar e tentar dar uma cara nova a esse elenco e com outra metodologia de trabalho levar o clube a final”, frisou.

Depois de insistência nos motivos que o levaram a sua saída, Junior Pinho usou de parábolas. “Você é inteligente e sabe que o futebol vai além das quatro linhas”, frisou, sem informar sobre o que o levou a deixar o comando do clube. “Mas acredito que o Náutico tem um grupo bom e tem condições de reverter e só tenho a agradecer a oportunidade que o presidente me deu, mas acredito que outro treinador tenha condições de levar o nome do Náutico mais à frente”, finalizou.

Por telefone, o presidente do clube Androir Bassorici, confirmou a versão do agora ex-treinador e disse que está em busca de nomes para comandar a equipe, assim como anunciou que haverá novidades no elenco para o segundo turno do Estadual.

“Temos até a próxima terça-feira, dia 18, para inscrever novos atletas e vamos anunciar isso ainda esta semana”, disse.

Quanto ao nome do treinador, Androir ressaltou que enquanto não anuncia um nome, dois atletas do grupo que estão lesionados vão sumir a continuidade dos trabalhos de preparação para o segundo turno.

“O atleta Claudinei vai assumir como treinador e Walisson como auxiliar técnico até se contratar um treinador efetivo”, frisou.

Sem a classificação para a decisão do primeiro turno, o Náutico só volta a jogar na sexta-feira, dia 21, contra o Atlético Roraima.

***
Gostou?
0
3
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!