PARLAMENTO ESTADUAL
Flamarion anuncia filiação ao PDT
Senadora Ângela Portela, presidente regional da sigla, o convidou para ser o secretário-geral do PDT em Roraima
Por Paola Carvalho
Em 26/06/2017 às 01:12
O deputado ressaltou, porém, que em 2018 não vai se candidatar a nenhum cargo, para passar mais tempo com a família (Foto: Diane Sampaio)

Sem integrar nenhum partido político há alguns meses, o deputado estadual Flamarion Portela anunciou, durante o programa Agenda Parlamentar na Rádio Folha AM 1020, que se filiará ao Partido Democrático Trabalhista (PDT). Segundo o parlamentar, a filiação se deu após um pedido da senadora Ângela Portela (PDT), esposa de Flamarion e atual presidente regional do partido. “A senadora me convocou para ser o secretário-geral do partido. Já estou me filiando ao PDT. Estou me filiando para ajudar a senadora Ângela na construção do partido, na irradiação dos diretórios municipais em todo o interior do Estado”, declarou.

A filiação acontecerá também depois de um questionamento feito por Cláudio Aparecido da Silva, conhecido como Paulista, na Assembleia Legislativa de Roraima. Ele entrou com pedido junto à Mesa Diretora da Casa Legislativa para ser empossado no lugar do deputado estadual Flamarion Portela, alegando que o parlamentar estaria sem partido e, por conta disto, não poderia exercer um mandato. “Ano passado, o suplente em questão entrou com uma ação na Justiça comum, que decidiu que não era sua atribuição, e encaminhou para a Justiça Eleitoral o pedido. O Tribunal Regional Eleitoral de Roraima arquivou a solicitação. Não entendo a razão de o processo ter sido arquivado e, mesmo assim, a mesma pessoa ir na Assembleia pedir para ser empossado”, acrescentou o parlamentar.

CANDIDATURA – Flamarion ressaltou também que, apesar de estar se filiando ao PDT, não vai se candidatar em 2018. “Estou me filiando, mas não serei candidato a nada. Nem a estadual, federal, absolutamente nada. Não disputarei mais voto, pedindo para mim. Vou disputar para ajudar a senadora Ângela, a governadora Suely Campos, os parceiros, para fazer uma bonita eleição”, pontuou.

Questionado se esse seria o fim da sua carreira política, o deputado negou e disse que gostaria de passar mais tempo com a sua família. “A gente sempre está inserido na política. Eu já tenho 62 anos, logo mais faço 63. Tenho duas netas e decidi me dedicar à família, ficar perto. É uma coisa que muitas pessoas não compreendem, mas é uma decisão minha”, frisou. (P.C)

Educação para o Trânsito é uma forma de combater alto índice de acidentes, diz Flamarion
 
Em face dos altos registros de acidentes de trânsito, o Departamento Estadual de Trânsito de Roraima (Detran-RR) promove anualmente o Concurso de Redação de Educação para o Trânsito. Nesta terceira edição, escolas de todos os municípios poderão participar bastando apenas realizar a inscrição até o dia 21 de julho.

O deputado estadual Flamarion Portela, que recentemente retomou uma cadeira na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) após Chicão da Silveira (PP) deixar a vaga para assumir a Secretaria Extraordinária de Pesca e Aquicultura, esteve à frente do Detran durante o lançamento do concurso. “O concurso é algo da história da instituição. Nós entendemos, como sociedade, que não podemos nos conformar com os índices de acidentes alarmantes que temos em Boa Vista e no Estado”, informou Flamarion durante o programa Agenda Parlamentar na Rádio Folha AM 1020.

O parlamentar disse acreditar na capacidade transformadora do ensino. “Através da educação é possível alcançar algo inimaginável e se nós disseminarmos isso, através das escolas, teremos um alcance muito maior”, pontuou.

O objetivo do concurso é incentivar a produção de trabalhos realizados nas escolas públicas e particulares de Roraima voltados ao tema “Trânsito”. Conforme a organização, todas as escolas do Estado, das redes estadual, municipal e particular, podem participar. Os alunos e professores interessados devem baixar o edital e fazer as inscrições por meio do site da Educação para o Trânsito no endereço: educacao.detran.rr.gov.br .

Para participar do concurso, os alunos devem estar regularmente matriculados nas instituições de ensino. Serão seis categorias, divididas em: Pré-Escolar; Ensino Fundamental; Ensino Médio; Educação de Jovens e Adultos (EJA); Especial e Educadores.

Os valores da premiação variam de R$ 900 e R$ 3.500, de acordo com classificação e categoria. O professor-orientador também será premiado com o mesmo valor da categoria e colocação que o aluno alcançar. A banca julgadora vai ser composta por professores mestres das Universidades Federal e Estadual de Roraima e representantes das Secretarias de Educação e de Cultura.

“O aluno que fizer uma redação sobre esse tema, com certeza, vai chegar em casa para o pai ou a mãe, tio, avô e tirar alguma dúvida de trânsito. E com isso vai despertar que o trânsito precisa de cuidado, de responsabilidade, precisa ser seguro para o bem de todos. As crianças são fundamentais para alertar os pais e os adultos enquanto estiverem trafegando pelas cidades”, frisou Portela. (P.C)

***
Gostou?
13
4
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!