NO ANEL VIÁRIO
Adolescente suspeita de participar de homicídios cruéis é apreendida
Por Folha Web
Em 13/06/2018 às 00:53
Menor voltou para o Centro Socioeducativo (Foto: Arquivo/Folha)

Em cumprimento a mandado de apreensão determinado pela 1ª Vara da Infância e Juventude de Boa Vista, os agentes do Setor de Inteligência da Delegacia de Defesa da Infância e Juventude (DDIJ) localizaram e apreenderam a menor de 17 anos acusada de ser coautora no assassinato de duas mulheres, ocorrido no final de 2017, que teve grande repercussão pela crueldade com o qual o crime foi cometido, bem como o fato das acusadas ainda terem filmado e divulgado toda a execução.

A adolescente havia sido recolhida ao Centro Socioeducativo (CSE), por ordem judicial, logo depois que os indícios apontaram o envolvimento dela no homicídio. Contudo, por estar grávida, ela foi transferida para o Abrigo Feminino, onde se envolveu em várias brigas, inclusive ameaçando sócio-orientadoras e fazendo apologia à facção criminosa da qual supostamente faz parte.

Depois de convencer outra adolescente, de 13 anos, a fugir com ela do abrigo, a acusada não foi mais vista, até que por determinação judicial ela teve que ser recolhida ao CSE, tendo em vista não estar mais grávida.

OUTRA PRISÃO – Durante o cumprimento do mandado de apreensão, os agentes da Polícia Civil, sob coordenação do delegado Volmir Hoffmann, prenderam também a irmã da adolescente, E.D.D., de 24 anos, por quebra de benefício de prisão em regime domiciliar. E.D.D. foi presa no início deste ano acusada de tráfico de drogas (Art. 33) e em março recebeu o benefício de prisão domiciliar, usando tornozeleira eletrônica e como descumpriu o regime, foi conduzida a Divisão de Inteligência e Captura (DICAP) e a irmã adolescente ao CSE.

***
Gostou?
0
0
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!