Por Fabiano de Cristo
Em 04/12/2017

Editorial

O atual momento econômico vem exigindo cada vez mais um pensar fora da caixa das empresas. Estamos presenciando uma realidade de ruptura em todas as áreas da gestão, e como todo processo de ruptura, muitas empresas acabam sucumbindo no mercado e fechando suas portas. Eu chamo isso de miopia de mercado. Isso nada mais é do que não conseguir enxergar essas mudanças e se adaptar a elas. Basta dar uma olhada no comércio local que você vai observar melhor esse movimento.

Mas, isso não significa dizer que todas as empresas não vão conseguir sobreviver nesse ambiente de ruptura. Algumas realmente não conseguirão por diferentes razões, outras irão se reinventar e outras vão surgir. O fato é que para enfrentar esse processo de ruptura que estamos atravessando, parte dele ligado ao momento recessivo que passa nosso país, é imprescindível trabalhar a gestão da inovação na empresa ou simplesmente inovar.

Quando falamos em inovação muitos empresários ainda acham que é algo ligado a tecnologia ou a informática ou que custa muito caro, se constituindo em uma realidade distante. Na Coluna de hoje vamos desmitificar o processo de inovação e a áreas que podem ser trabalhadas nas empresas para ajudar a superar e permanecer no mercado de forma sustentável.

Fabiano de Cristo
Consultor Empresarial
atuallisconsultoriarr@gmail.com


INOVAÇÃO - Um caminho sem volta

Muitas são as definições que existem sobre o que é inovação, porém vamos abordar esta temática sobre a perspectiva do MANUAL DE OSLO. De acordo com esse Manual, a implementação de um produto, bem ou serviço, seja novo ou significativamente melhorado, ou um processo, ou um novo método de marketing, ou um novo método organizacional nas práticas de negócios na organização do local de trabalho ou nas relações externas pode ser considerada inovação. Em outras palavras, inovar é fazer diferente.

Existem quatro situações na sua empresa, seja ela de pequeno ou grande porte, que podem ser objetos de inovação -Inovação de produto: bem ou serviço novo ou significativamente melhorado; Inovação de processo: método de produção ou distribuição nova ou significativamente melhorada; Inovação de marketing: novo método de marketing com mudanças significativas na concepção do produto ou da embalagem, no posicionamento do produto, na promoção ou na fixação de preços; Inovação organizacional: novo método organizacional nas práticas de negócio da empresa, na organização de seu local de trabalho ou em suas relações externas.

O processo de inovação compreende cinco etapas distintas: Levantamento de idéias; Seleção das idéias; Definição de recursos; Implementação e Aprendizagem. O levantamento de ideias é normalmente associado à genialidade e, portanto, seria acessível à apenas algumas pessoas privilegiadas. Embora isso possa ser verdade em certo grau, existem técnicas para viabilizar o processo criativo que podem ser aprendidas e usadas por qualquer pessoa. A mais conhecida é o “brainstorm” ou “tempestade de ideias”, que pode ser realizada através de uma reunião com os colaboradores da empresa ou fornecedores que impactem diretamente em uma das 4 áreas objetos da inovação já descritos anteriormente.

Vamos tomar como exemplo, o que você identificou que precisa melhorar o marketing da sua empresa. Uma inovação de marketing é a implementação de um novo método de marketing com mudanças significativas na concepção do produto ou em sua embalagem, no posicionamento do produto, em sua promoção ou na fixação de preços. Inovações de marketing são voltadas para melhor atender as necessidades dos consumidores, abrindo novos mercados, ou reposicionando o produto de uma empresa no mercado, com o objetivo de aumentar as vendas.

Muitas são as possiblidades de promover uma inovação no marketing da sua empresa. Entretanto, não existe uma receita de bolo. Uma inovação que dá certo em uma empresa pode não se adaptar na outra, devido as suas características. Porém, vamos apresentar alguns insights para que você possa refletir e buscar inovar no seu negócio.

Redesign da marca – Você já se deu conta que marca também envelhece? Pois muito bem, uma marca precisa estar atualizada com o seu mercado que está constantemente em mudança. Por isso, atualizar a sua marca pode ajudar a sua empresa a ampliar mercado e se mostrar de forma diferente. Temos vários clientes que já fizeram essa inovação e tiveram bons resultado. Outro ponto que merece destaque é o registo da sua marca. Você precisa ter o domínio e a propriedade da sua marca, pois quem não registra não é dono. E marca é um patrimônio da sua empresa.

Layout interno da loja – A forma como você organiza internamente a sua loja pode influenciar diretamente o fluxo de processos, mercadorias e circulação de clientes. Por issoo, é fundamental que você identifique junto aos seus clientes e colaboradores como eles percebem esse aspecto dentro da sua empresa. Uma loja confusa e sem sinalização, por exemplo, pode acarretar perca de clientes e, consequentemente, baixa nas vendas.
Como vocês puderam perceber inovar é algo muito simples e que pode estar presente no dia a dia da sua empresa. Então não fique parado e adote o lema na sua empresa: Inovar ou morrer! Pense nisso e até a próxima semana.

RESENHANDO

Como você pode perceber ao longo do artigo existem muitas outras possibilidades para inovar na sua empresa. A presença digital também pode ser uma forma de inovar. Está presente nas redes sociais como facebook e instagram, realizando ações voltadas para o relacionamento com seus clientes, geram bastante visibilidade e resultados rápidos e com custos baixíssimos. E por falar em custos baixíssimos, você ainda pode procurar o Sebrae Roraima através do programa de inovação que financia 90% da ação de inovação da sua empresa.

Fabiano de Cristo
jornalista@teste.com.br
Não existem comentários. Seja o primeiro a comentar!
Últimas de
Visão de negócios
"Conquistas reconhecidas......"
10/09/2018 às 10:21
+ Ler mais artigos de Visão de negócios